domingo, 24 de fevereiro de 2013

Gusto a Cobre (2012)

.
Gusto a Cobre de Mike Moreno Gelly é uma curta-metragem onde se cruzam as personagens em quatro distintos segmentos.
Martin e Dolores discutem a possibilidade do primeiro conseguir um empréstimo. Dolores e Antonio falam sobre a possibilidade desta ser tornar responsável pelo seu departamento. Antonio e Esteban num jantar social e político discutem os temas a defender na campanha bem como os favores que cada um acha que deve "pagar", e finalmente descobrimos que Esteban mantém uma relação extra-matrimonial... desviante.
No que diz respeito ao argumento de Iván Gonzalo Moyano sente-se a necessidade de com esta história criar uma série de pequenos contos e momentos que se interligam entre si através da continuidade de um actor para os momentos seguintes mas, na prática, não se consegue uma sucessão de acontecimentos suficientemente credíveis para tornar esta história e filme em algo vencedor. Repleto de banalidades e o momento potencialmente "escândalo" que, na prática, já não choca ninguém, limita-se assim a ser uma tentativa de filme com múltiplas frentes que acabam muito soltas ou por desenvolver.
Intencional ou não, visto não saber se o banco existe de facto, a publicidade estrategicamente colocada ao longo da curta ao mesmo é, no mínimo, despropositada, e nem as interpretações dos actores conseguem ser minimamente cómicas ou expressivas.
.
.
2 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário