sábado, 1 de dezembro de 2018

Caminhos do Cinema Português 2018: os vencedores

.
Chegou ao fim mais uma edição dos Caminhos do Cinema Português que desde o passado dia 25 de Novembro decorriam no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra, e com ele os premiados nas mais diversas categorias. Cabaret Maxime, de Bruno de Almeida foi o grande vencedor da noite ao arrecadar cinco troféus incluindo o Grande Prémio e Melhor Realização.
Foram os vencedores:
.
Júri Caminhos
Grande Prémio: Cabaret Maxime, de Bruno de Almeida
Longa-Metragem de Ficção: Terra Franca, de Leonor Teles
Documentário: Até Que o Porno Nos Separe, de Jorge Pelicano
Animação: Entre Sombras, de Mónica Santos e Alice Guimarães
Curta-Metragem: Anteu, de João Vladimiro
Prémio Comunicação e Promoção: Anteu, de João Vladimiro
Prémio Revelação: Mónica Chen, California
Realização: Bruno de Almeida, Cabaret Maxime
Actor: Fernando Rodrigues, Por Tua Testemunha
Actriz: Valerie Braddell, Maria
Menção Honrosa: Grace Passô, Praça Paris
Actor Secundário: John Ventimiglia, Cabaret Maxime
Actriz Secundária: Rita Martins, Aparição
Argumento Original: Eugène Green, Como Fernando Pessoa Salvou Portugal
Argumento Adaptado: João Pupo, Por Tua Testemunha
Montagem:
Marco Amaral e João Braz, 3 Anos Depois
Fotografia: João Ribeiro, Drvo - A Árvore
Música:
Manuel João Vieira, Cabaret Maxime
Som: Artur Cyaneto e Emílio Alicante, Caminhos Magnétykos
Direcção Artística: João Torres, Cabaret Maxime
Guarda-Roupa: Patrícia Dória, Aparição
Caracterização: Catarina Santiago, A Estranha Casa na Bruma
.
Júri FICC
Prémio D. Quijote: Terra Franca
, de Leonor Teles
Menção Honrosa:
Maria, de Catarina Neves Ricci
.
Júri Ensaios
Ensaio Internacional: In Between Spaces, de Don Senoc - Instituto de Cinema da Universidade das Filipinas e Vidas Cinza, de Leonardo Martinelli - Universidade Estácio de Sá
Menção Honrosa: Manuel Casimiro - Pintar a Ideia, de Isabel Gomes Colégio das Artes da Universidade de Coimbra
Ensaio Nacional: Um Marco no Futebol, de José Caetano - UBI
.
Júri Imprensa
Prémio da Imprensa: Bostofrio, Où le Ciel Rejoint la Terre, de Paulo Carneiro
Menção Honrosa: Entre Sombras
, de Mónica Santos e Alice Guimarães

.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário