terça-feira, 4 de setembro de 2012

Entrada (2011)

.
.
Entrada de Danny Dunlop é uma simpática curta-metragem canadiana que nos leva para o fim dos tempos. Ou pelo menos para um aparente fim dos tempos. Mais de dois séculos, mais concretamente 235 anos, depois de ter embarcado na USS Santa Maria para escapar de uma Terra que morria lentamente sem sinais de poder recuperar, uma jovem sobrevivente depara-se na órbita do planeta percebendo que nunca se tinha afastado muito.
Ao comunicar com o computador da nave percebe que é a única sobrevivente da mesma e que não tem qualquer tipo de comunicação nem com a restante tripulação nem tão pouco com a base no planeta Terra. Sózinha e abandonada numa espécie de purgatório entre dois mundos, um que supostamente morreu e outro para onde iria perpetuar a espécie humana, a mensagem que nos é transmitida acaba por ser uma de constante suspensão na medida em que ficamos sem saber de onde veio nem para onde poderia ter ido. Para a eternidade num limbo do qual não tem qualquer aparente saída.
Feita com pouco mais de cem dolares na sua totalidade pelo próprio realizador, esta curta prima por um argumento relativamente interessante apesar de não ser totalmente novo ou original, mas peca também pela escassez da sua duração ao não dar continuidade ao que poderia ser "o dia depois", limitando-se assim a entregar uma ideia de que tudo poderá ter falhado. Afinal, se a Terra estava a morrer e se do "novo mundo" ninguém deu pela falta de toda aquela tripulação e respectivos sobreviventes, deduzimos claramente que aqueles anos foram o fim da Humanidade, estivesse ela no planeta... ou não.
.
5 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário