segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Silêncio (2012)

.
Silêncio de Hélio Valentim e Ricardo Ferreira foi uma das curtas nomeadas ao Prémio MOTELx de curta de terror portuguesa, e que constituiu uma agradável surpresa.
Quando um pescador desembarca ao final da tarde, percebemos pela sua expressão cansada, e com a face queimada devido aos vários dias que passou no mar, que anseia pelo corpo de uma mulher e por uma noite de prazer carnal.
Depois de alguma procura, não muito exaustiva, que o arrasta pelo submundo da prostituíção, encontra aquela que o irá satisfazer e que realmente o agrada. Só que a noite é longa e as surpresas inesperadas.
Digo surpresa pois sem ser uma das curtas que tinha programado ver, consegui assistir a um bom trabalho pela parte desta dupla de realizadores e que julgo ser um trabalho interessante para se poder habilitar ao prémio final ou, na ausência deste, a uma menção especial.
Tiago Soares, o actor principal, é dotado de uma característica bem interessante que é o seu olhar. Consegue através dele transmitir um conjunto de expressões e pensamentos e dessa forma, perceber que aquilo que o espera não será apenas uma noite ocasional.
Destaque ainda para o trabalho de fotografia que transforma toda a curta em algo muito tenebroso pela sua quase ausência de luz mas que, ainda assim, não nos distrai de todos os importantes detalhes que circundam cada recanto. Pelo contrário, sentimo-nos bem alerta de tudo aquilo que é realmente importante perceber, especialmente todos os momentos que vão culminando para a intensidade dos momentos de desejo carnal.
.
.
7 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário