terça-feira, 20 de julho de 2010

Alone (2009)

.
Alone de Damaine Radcliff é a típica história de terror em que uma mulher está sózinha em casa e, curiosamente, a ver filmes de terror em trajes menores. De repente recebe um telefonema e percebe que está alguém a espiá-la e que (novamente curiosamente) esse alguém está mesmo dentro da casa onde ela se encontra.
Cliché atrás de cliché já visto e rebatido em anos e anos de história do cinema do terror fazem desta curta-metragem um filme perfeitamente banal e desinteressante. Nem sequer a máscara do assassino é inovadora como o fora em tempos a da saga Gritos (clara referência inspiradora desta curta), limitando-se aqui a reproduzir a utilizada no filme V de Vendetta.
Perfeitamente dispensável e sem qualquer factor apelativo... vê-se apenas por não haver mais nada que fazer no momento e esquecesse exactamente após o final da mesma.
.
1 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário