segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Pan-demia (2014)

.
Pan-demia de Ruben Sainz é uma curta-metragem de ficção espanhola e que nos leva a uma qualquer loja de um qualquer bairro de uma cidade prestes a testemunhar em primeira mão o desespero de um homem.
Quando Antxoni (Martxelo Rubio) entra uma padaria com o objectivo de a assaltar, longe estaria de pensar que teria um momento tão existencial com a padeira Maribel (Ane Gabarain) ao ponto de confessar os seus tormentos. Mas, será ele um simples assaltante?!
Para lá de um instante inicial preso a alguma tensão, o argumento de Ruben Sainz e Karmele Barandiaran aproxima o espectador de uma realidade bem mais trágica do que um assalto fruto de uma qualquer dependência toxicómana. Em Pan-demia, o espectador olha de frente para os efeitos de uma época e de uma crise sob uma população desprotegida e frágil contra todos os tormentos dos quais é vítima diariamente.
Sem esquecer a desumanização à qual a sociedade contemporânea está condenada, Pan-demia relata com humor a tragédia de alguém cujo último recurso foi não só cometer um crime que possivelmente sempre condenara como, ao mesmo tempo, enveredar pela representação de forma a não ser desmascarado o seu acto condenando-o a uma vida de maior infortúnio tendo no trabalho temporário a sua salvação disfarçada.
No entanto, Pan-demia vai ainda mais longe demonstrando que algures escondidos num mundo avassalador existem pessoas de bem que inicialmente desconfiando das intenções alheias conseguem nos seus perpetradores encontrar as justificações válidas para os actos mais extremistas colocando-se numa posição semi-neutral e auxiliando quem mais precisa. No meio da tragédia alheia, Pan-demia consegue tecer um retrato mordaz e cru sobre os nossos dias... os nossos tempos... e sobre uma crise que se esquece de valores e principalmente das pessoas que devora sem piedade. Tudo num tom de humor crítico que não condena o assaltante e tão pouco transforma a padeira numa vítima inocente... afinal, também ela tem as suas condições!
Com duas magníficas e sarcásticas interpretações de Martxelo Rubio e Ana Gabarain, Pan-demia é uma curta-metragem intensa não só pela sua mensagem como principalmente pelo humor cru com que transmite uma realidade tão presente.
.

.
8 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário