segunda-feira, 5 de março de 2012

Esteban (2010)

.
Esteban de Jesus Lopez é uma curta-metragem argentina que facilmente percebemos ser bastante amadora e cheia de pequenos clichés e falhas que em nada abonam para a sua credibilidade.
Com os acontecimentos narrados através de uma das suas intervenientes, mas que pouco se vê no decorrer dos mesmos, esta história conta-nos alguns dos dias da vida de um jovem que descobre a sua homossexualidade e se vê repudiado não só pela família como pela comunidade.
Considerando o meio conservador onde ela se desenrola seria de esperar uma história que mostrasse os traumas e assédios inerentes à própria situação, no entanto aquilo que aqui vemos narrada não passa de um conjunto de momentos mal interpretados e pouco credíveis que transformam toda a curta-metragem numa amálgama de situações pré-concebidas sobre a aceitação (ou falta dela) e a descoberta sexual de um jovem.
Sem momentos dramáticos consistentes ou capazes de criar algum tipo de empatia com as suas personagens, esta curta é mais desesperante do que simpática, tornando-se rapidamente num trabalho perfeitamente dispensável.
.
1 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário