terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Sophia - Prémios da Academia Portuguesa de Cinema 2013: Curtas-Metragens de Ficção Elegíveis

.
CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO
4M, de Nelson de Castro e Wilson Pereira
A Bruxa de Arroios, de Manuel Pureza
A Casa Azul, de Cláudia Clemente
A Cidade e o Sol, de Leonor Noivo
A Estrela Mais Brilhante, de André Matos e Joana Santos
A Luz da Terra Antiga, de Luís Oliveira Santos
A Prece, de Raphael Amaral, Cátia Pereira e Susana Palmerston
A Primeira Ceia, de Luís Monge e Sofia Pimentão
A Tempestade, de Teresa Garcia
Análise, de M. Reza Haji Pour
Artur, de Flávio Pires
Auguste, de Amadeu Pena da Silva e Pedro Santasmarinas
Banana Motherfucker, de Fernando Alle e Pedro Florêncio
Barba, de Paulo Abreu
Cama de Gato, de Filipa Reis e João Miller Guerra
Cerro Negro, de João Salaviza
Crónica Parisiense, de Luís Miguel Correia
Dente de Leão, de Tiago Ribeiro
Depressure, de David Mourato
Directo, de Luís Alvarães e Luís Mário Lopes
Do Not Stop, de Bruno Carnide
Doentio, de Basil Al Safar
Down Here, de Diogo Costa Amarante
El Despertar de Jaume, de João Filipe Silva
Ela, de Julian Grant
Em Segunda Mão, de Catarina Ruivo
Escadas, de Ricardo Salgado
Falha do Sistema, de José Miguel Moreira
Faminto, de Hernâni Duarte Maria e Pedro Noel da Luz
Guardar Silêncio, de Pedro Palma
Julian, de António da Silva
Lázaro, de Miguel Pinho
Libhaketi, de Ico Costa
Luz da Manhã, de Cláudia Varejão
Mupepy Munatim, de Pedro Peralta
Mutter, de Tony Costa e Rafael Martins
Não Há Rosas sem Espinhos, de Fernando Matos Silva
O 21 da Rua da Esperança, de Luís Batista
O Canto dos Cisnes, de Marco Barbosa
O Dia Mais Feliz da Tua Vida, de Adriano Luz
 O Dormitório, de Vanessa Fernandes
O Fim do Homem, de Bruno Telésforo e Luís Lobo
O Nylon da Minha Aldeia, de Possidónio Cachapa
O Quadro, de Hélder Filipe e Luís Sérgio
O Que Arde Cura, de João Rui Guerra da Mata
O Reino, de Paulo Castilho
O Risco, de José Pedro Lopes
O Tenente, de Rafael Antunes
Once Upon a Time in the Countryside, de Ricardo Machado
One Way or Another, de Edgar Pêra
Palácios de Pena, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt
Perdido e Achado, de Victor Santos
Perdoa-me, de André Dias e Joana Silva
Playday, de Victor Santos
Poesia De Segunda Categoria, de Luís Santo Vaz
Porque Tu Respiras, de Pedro Augusto dos Santos Almeida
Posfácio nas Confecções Canhão, de António Ferreira
Quadro Branco, de Tatiana Saavedra e Carolina Catrola
Rafa, de João Salaviza
Rasgos De Solidão, de Susana Luciano
Sob, de Nuno Prudêncio
Super Vodka, de Leandro Silva
Vataça, de Miguel Vilhena
Vazante, de Pedro Flores
Zoo, de Margarida Leitão
.

Sem comentários:

Publicar um comentário