quarta-feira, 9 de março de 2011

Pride and Glory (2008)

.
Orgulho e Glória de Gavin O'Connor é um thriller policial centrado numa família de polícias de Nova York que se encontram a braços com uma história que envolve a corrupção, a verdade e a lealdade.
Neste filme acompanhamos a família Tierney. Uma família de polícias de Nova York habituados a ser o braço forte da lei e os defensores da justiça.
Quando Ray Tierney (Edward Norton) é destacado para desvendar um crime, acaba por descobrir uma extensa rede de corrupção na qual poderá estar envolvido Jimmy Egan (Colin Farrell), o seu cunhado, e da qual Francis Sr. (Jon Voight)  e Francis Jr. (Noah Emmerich) respectivamente o seu pai e o seu irmão, sempre desviaram o olhar.
É neste contexto que Ray terá de escolher entre aquilo que é correcto ou ceder às pressões e também ele desviar os olhares e as atenções da corrupção que se alastra sem parar.
Neste filme, que tem um argumento que a ser honesto já foi filmado vezes e vezes sem conta, aquilo que assenta como o seu ponto forte é realmente o seu elenco que tem nomes como Edward Norton, Jon Voight, Colin Farrell e que no seu conjunto com os demais secundários que o constituem se torna num grupo consistente, coeso e com fortes interpretações bem ao estilo daquilo que já tão bem conhecemos.
Assim quer o argumento (que não nos trás nada de essencialmente novo) quer os actores funcionam de uma forma bastante coesa e apesar de já termos visto esta história um sem número de vezes em tantos outros filmes, acabamos por simpatizar com ela e deixarmo-nos levar por este filme e pelas intensas sequências de acção que nos conseguem prender ao ecrã.
Assim para um bom conjunto de actores que desempenham uma história já conhecida de todos e que a eles se juntam um conjunto significativamente grande e bem feito de sequências tensas e que colocam as personagens num ambiente bem tenso, este filme consegue funcionar bastante bem.
.

.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário