quinta-feira, 1 de junho de 2017

Fuera de Servicio (2016)

.
Fuera de Servicio de Herminio Cardiel e Iván Sáinz-Pardo é uma curta-metragem espanhola de ficção onde, numa noite, toda a vida de Sergio (David Pareja) e Vicky (Laura de Pedro) se altera. Depois de saírem para irem comprar medicamentos para Damien - o filho -, o casal entra numa discussão que revela toda uma tensão presente. Enquanto ele parece mais preocupado com o filho do que ela, a realidade por detrás desta discussão está prestes a encontrar uma novo interveniente quando Sergio é assaltado num multibanco. Mas será este assaltante (Bruno Martín) um simples estranho?
Xabier Aurtenexe e Iván Sáinz-Pardo escrevem o argumento desta curta-metragem que revela todo um conjunto de surpresas que deixa o espectador num constante suspenso sobre o que virá "depois". Inicialmente a quase solitária viagem de carro - dois ocupantes que parecem estranhos e indiferentes à realidade comum -, dá instantaneamente lugar a uma forte discussão entre o casal que ali se encontra. O espectador percebe não só a tensão entre ambos como a realidade de um filho doente para o qual tentam encontrar uma rápida solução. Problemas à parte, o filho de ambos transforma-se num pretexto para suportarem a presença comum e apenas reflectem sobre a rápida intervenção na salvaguarda da sua saúde. Mas, no entanto, é quando "Sergio" é interrompido num multibanco por um assaltante que todo o seu futuro ganha uma nova e presente realidade.
Se até aqui esta curta-metragem tinha sido de um conflito constante, é o regresso de um assaltante que se pensava já desaparecido que confirma o inesperado. E se ele fosse algo mais do que um simples estranho nas suas vidas? E se o acaso fosse portador de notícias - para "Sergio" e para o espectador - que ninguém ousaria contestar ou sequer imaginar?
Presos não só ao passado - ou àquilo que este agora tráz enquanto novidade - bem como a uma vida que se percebe estar distante de qualquer cumplicidade, a vida deste casal ganha uma nova dinâmica quando o assaltante prova conhecer um deles e ter exercido (sobre a sua relação) um peso dominante do qual nenhum conseguirá escapar. Poderá a relação de "Sergio" e "Vicky" ter alguma salvação? Poderá o filho deles conhecer uma ainda maior (e triste) realidade?
Do abandono emocional e sentimental à ideia de um passado nunca cumprido mas recordado, desejado e ao qual se permanece sentimentalmente conectado, Fuera de Servicio reflecte não necessariamente sobre uma qualquer caixa multibanco que resolve um problema no constante imediato mas sim nas decisões passadas e pensadas como esquecidas que regressam desse tempo ido para ensombrar decisões, momentos e vidas de um presente que é, afinal, ilusório mas tomado como garantido. Mais, Fuera de Servicio deixa ainda uma questão no ar ao lembrar o espectador para pensar sobre os elos e ligações de coração e aqueles que se criam biologicamente... será um mais forte do que o outro? Será um mais importante? Poderá algum estabelecer um vínculo mais determinante?
Num conjunto de intensas interpretações exploradas em todo o seu esplendor pela dupla de realizadores Cardiel e Sáinz-Pardo, sou obrigado a mencionar a de David Pareja como um actor que não deixa silenciar o seu sofrimento, indignação e perda fazendo com que Fuera de Servicio consiga em seis breves minutos destruir uma relação, uma vida e um mundo que se pensou ter como certo.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário