sábado, 4 de fevereiro de 2017

Goya 2017: os vencedores

.
Foram hoje divulgados os vencedores dos Goya, prémios atribuídos pela Academia Espanhola de Cinema, tendo destacado A Monster Calls, de Juan Antonio Bayona como o grande vencedor da noite arrecadando nove troféus e Tarde para la Ira, de Raúl Arévalo quatro incluindo o de Melhor Filme e Realizador Revelação.
São os vencedores:
.
Filme: Tarde para la Ira, de Raúl Arévalo (Agosto, La Película, A.I.E., La Canica Films, S.L.U.)
Documentário: Frágil Equilibrio, de Guillermo García López
Filme de Animação: Psiconautas, los Niños Olvidados, Alberto Vázquez e Pedro Rivero
Filme Ibero-Americano: El Ciudadano Ilustre, de Gastón Duprat e Mariano Cohn (Argentina)
Filme Europeu: Elle, de Paul Verhoeven (França)
Curta-Metragem de Ficção: Timecode, de Juanjo Giménez Peña
Curta-Metragem Documentário: Cabezas Habladoras, de Juan Vicente Córdoba
Curta-Metragem de Animação: Decorado, de Alberto Vázquez
Direcção de Produção: A Monster Calls, Sandra Hermida Muñiz
Realizador: Juan Antonio Bayona, A Monster Calls
Realizador Revelação: Raúl Arévalo, Tarde para la Ira
Actor: Roberto Álamo, Que Dios nos Perdone
Actriz: Emma Suárez, Julieta
Actor Secundário: Manolo Solo, Tarde para la Ira
Actriz Secundária: Emma Suárez, La Próxima Piel
Actor Revelação: Carlos Santos, El Hombre de las Mil Caras
Actriz Revelação: Anna Castillo, El Olivo
Argumento Original: Tarde para la Ira, David Pulido e Raúl Arévalo
Argumento Adaptado: El Hombre de las Mil Caras, Alberto Rodríguez e Rafael Cobos
Montagem: A Monster Calls, Bernat Vilaplana e Jaume Martí
Fotografia: A Monster Calls, Óscar Faura
Música Original: A Monster Calls, Fernando Velázquez
Canção Original: "Ai, ai, ai", de Sílvia Pérez Cruz, Cerca de Tu Casa
Som: A Monster Calls, Peter Glossop, Oriol Tarragó e Marc Orts
Direcção Artística: A Monster Calls, Eugenio Caballero
Guarda-Roupa: 1898. Los Últimos de Filipinas, Paola Torres
Caracterização: A Monster Calls, Marese Langan e David Martí
Efeitos Especiais: A Monster Calls, Pau Costa e Félix Bergés
Goya de Honra: Ana Belén
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário