quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Je Suis Sousa Mendes (2015)

.
Je Suis Sousa Mendes de Cloves Mendes e Nuno Sá Pessoa é uma curta-metragem documental luso-brasileira que transmite uma breve ideia sobre a vida e obra do cônsul Aristides de Sousa Mendes, diplomata português em Bordeaux, França, durante a Segunda Guerra Mundial e que salvou mais de trinta mil pessoas do conflito Europeu emitindo-lhes vistos de entrada em Portugal contra as ordens do governo de Salazar.
Através de um conjunto de imagens dos macabros dias dos campos de concentração alemães durante o conflito, este documentário insere o espectador sobre aqueles dias enquanto é, ao mesmo tempo, narrada a obra e o legado do cônsul português bem como as consequências de ter desobedecido às ordens que lhe haviam sido incutidas.
Com um elevado sentido de responsabilidade humana, a obra de Sousa Mendes é aqui uma vez mais relembrada através desta curta-metragem que ainda estabelece uma interessante ligação da sua obra com a agora internacionalmente conhecida expressão "Je Suis..." (aqui Sousa Mendes) como que criando uma imediata identificação com a mesma deixando perceptível que o seu legado não desapareceu.
Porque os registos da sua obra nunca são demais e para que a memória perdure no tempo, pergunto-me - enquanto espectador - para quando a grande obra de ficção baseada nestes factos tão infelizmente reais?!
.

.
6 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário