sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Confidente (2016)

.
Confidente de Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes é uma curta-metragem experimental portuguesa presente na competição oficial da XXª edição do Caminhos do Cinema Português, em Coimbra.
Da topologia geográfica do espaço e como este se organiza numa cidade dividida em bairros, prédios, vivendas e demais constituintes ou da relação desta para com o seu meio envolvente... desta à montanha e ao mar e a criação de uma identidade específica de espaço.
Com argumento da autoria da dupla de realizadores esta curta-metragem dispersa entre a noção de espaço e como este contribui para a formação de uma identidade específica. Como primeiro o espaço geográfico cria essa identidade (ou personalidade?) transformando-se, de seguida, todos os seus pequenos espaços - de bairros, blocos de prédios e, dentro destes, os apartamentos - criam as suas próprias especificidades dando-lhes uma vida própria e característica que as identificam.
De difícil receptividade e eventualmente criada para um circuito de festivais onde a dinâmica e tema estejam directamente direccionados para um conceito de identidade versus urbanização, Confidente dispersa por uma relação pensada entre Homem e o espaço que, nem sempre, consegue chegar a um espectador interessado ainda que esteja subjacente na sua mensagem, esta constante busca de uma caracterização do meio que nos (o) rodeia.
.
1 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário