quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Echoes (2012)

.
Ecos de Callum Woodbridge e Harry Hughes é uma curta-metragem pós-apocalíptica onde nos é dado a conhecer que o mundo é agora liderado por uma poderosa organização que instalou um regime tirânico.
É este mesmo regime que comanda um grupo de homens cuja única missão é eliminar os infectados que povoam o planeta e destruído todos os locais que possam estar contaminados, não sem antes recolher os recursos que possam ser considerados essenciais à manutenção do seu controlo.
Os "ecos" do passado encontrados mais não são do que escassas memórias de uma vida de outros tempos presentes em pequenos objectos pessoais ou fotografias que são encontrados nestas buscas mas que permanecem esquecidos nos mesmos locais por não serem "relevantes". Nada mais perfeito para um regime que se pretende perpetuar do que ignorar esses mesmos registos que possam mostrar aos sobreviventes que, em tempos, eles foram livres.
Interessante pela premissa e pelo excelente trabalho de fotografia que sem retirar na totalidade a cor que "povoa" o planeta, a torna opaca e desprovida de grande vida ou sentido relevante. Novamente, e tal como muitas outras do género, não possui um argumento suficientemente original para se distinguir mas abre ao mesmo tempo o "apetite" para poder ver um pouco mais do passado desta nova Terra e para onde caminham realmente aqueles que, aos poucos, ainda resistem.
.
6 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário