quinta-feira, 24 de março de 2016

Álex (2011)

.
Álex de Cesc Gay é uma curta-metragem de ficção espanhola criada no âmbito do Jameson Notodofilmfest aquando da participação do realizador no júri do mesmo e que conta com a participação do actor catalão Àlex Brendemühl.
Durante as suas tarefas domésticas, Brendemühl recebe uma inesperada - e provavelmente indesejada - chamada do realizador Cesc Gay que o tenta convencer a participar no seu novo filme.
Com pouca vontade de aceder ao seu pedido, Brendemühl vai lentamente descartando as ofertas e propostas do realizador tentando, muito rapidamente, encaminhá-lo para outras paragens.
Dirigida de forma bastante pessoal e descontraída, facto que se pode verificar pela forma como um actor dá corpo a si mesmo e se deixa filmar nas tarefas mais banais do dia-a-dia como tratar da roupa ou das suas necessidades fisiológicas, Álex é uma breve mas interessante reflexão sobre o outro lado da fama... Aquele lugar em que os amigos tentam um favor da "tua" parte para poderem - também eles - encontrar dias melhores e mais descontraídos mas, para o qual, "tu" não estás disposto a fazer grandes favores ou sacrifícios.
De uma cumplicidade que se faz transparecer pelo argumento e pela forma como Brendemühl se deixa - e é - filmado, Álex confirma que a simplicidade para contar histórias é, essencialmente, o principal motor para as fazer chegar ao público, e ainda o estatuto de um grande actor espanhol com o qual - estranhamente - os espectadores internacionais ainda não estão devidamente familiarizados.
.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário