sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Harry Potter and the Chamber of Secrets (2002)

.
Harry Potter e a Câmara dos Segredos de Chris Columbus é o segundo filme desta saga de sucesso que fez as delícias de todos (sim todos... dos mais novos aos mais velhos) durante os últimos dez anos.
Neste segundo capítulo Harry recebe a visita de Dobby, em elfo que o vem avisar que não deverá voltar a Hogwarts pois corre perigo de vida se voltar.
Ignorando todos os avisos Harry, com a ajuda do seu amigo Ron, regressa à escola onde irá novamente passar por um conjunto infindável de aventuras, algumas das quais podem levá-lo realmente à morte, e enfrentar uma vez mais o seu eterno inimigo numa batalha que envolverá contornos até aqui desconhecidos.
Radcliffe, Watson e Grint que são as pedras basilares de toda a saga conseguem superar as expectativas com que nos tinham deixado desde o primeiro filme apoiados por grandes nomes do cinema britânico e mundial como é o caso de Maggie Smith, Alan Rickman e a última participação de Richard Harris enquanto Albus Dumbledore, entre outros. E claro é graças a esta enorme capacidade que os jovens actores conseguem criar sem a menor das dificuldades (para nós pois o filme deve ter dado o seu enorme trabalho) uma das maiores e mais sólidas sagas cinematográficas que não perdeu a sua legião de fãs e seguidores.
De todo o filme destaco dois grandes momentos... O primeiro deles a intensa aventura que Harry e Ron têm com um conjunto muito esfomeado de aranhas que consegue ser dos mais arrepiantes, arrisco-me a dizer, de toda a saga (pelo menos para aqueles que sofrem de aracnofobia). O segundo são os minutos finais do filme onde é travada uma das mais intensas batalhas entre Voldemort e Harry que pela sua criatividade e imaginação consegue ser para mim um dos pontos mais altos de toda esta saga.
Apesar das quase três horas de duração deste filme, é impossível ficar cansado ou saturado. Pelo contrário, à medida que nos apercebemos que o filme está para terminar damos por nós a pensar que ficaríamos ali a ver pelo menos mais uma hora. É o quão bom este filme é. E sem dúvida alguma... ficamos com vontade que chegue rapidamente a terceira parte desta lucrativa saga e pelas mil e uma aventuras que o trio de actores tem.
Afirmo sem reservas que esta saga torna-se a cada filme que passa mais um elemento que agrada a todos independentemente da sua idade e daquilo que alguns por pré-conceitos consegue pensar sobre eles. Recomendo.
.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário