sexta-feira, 13 de março de 2015

European Union Film Festival de Hong Kong 2015: selecção oficial

.
A sexta edição do European Union Film Festival organizado pelo gabinete da União Europeia em Hong Kong começou no passado dia 27 de Fevereiro e termina hoje 13 de Março tendo decorrido nos Cinemas Broadway Cinematheque & Palace.
O EUFF tende a ser uma mostra das produções europeias mais significativas do último ano e foi inaugurado com a exibição de Deux Jours, Une Nuit, de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica) contando com Marion Cotillard numa interpretação que lhe valeu a nomeação ao Oscar e ao César de Melhor Actriz, estando programado para a sessão de encerramento a exibição de Die Geliebten Schwestern, de Dominik Graf (Alemanha).
Portugal esteve também representado no EUFF através da longa-metragem Bobô, de Inês Oliveira - ainda sem data de estreia comercial no país -, a primeira ficção portuguesa a retratar o tema da mutilação genital feminina que conta a história da relação entre duas mulheres; Sofia (Portuguesa) e Mariama (Guineense), com "diferentes formas de estar no mundo".
O cartaz do EUFF fica completo com as longas-metragens Jimmy's Hall, de Ken Loach (Reino Unido), Der Kreis, de Stefan Haupt (Suíça), Borgman, de Alex van Warmerdam (Holanda), La Famille Bélier, de Eric Lartigau (França), Die Wälder sind Noch Grün, de Marko Nabersnik (Áustria), Le Meraviglie, de Alice Rohrwacher (Itália), Mikra Anglia, de Pantelis Voulgaris (Grécia), Lärjungen, de Ulrika Bengts (Finlândia), El Niño, de Daniel Monzón (Espanha), Câinele Japonez, de Tudor Cristian Jurgiu (Roménia), Mój Rower, de Piotr Trzaskalski (Polónia), VAN Valami Furcsa és Megmagyarázhatatlan, de Gábor Reisz (Hungria) e Pojedeme k Mori, de Jirí Mádl (República Checa).
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário