domingo, 29 de janeiro de 2012

O Que as Mulheres Querem (2012)

O Que as Mulheres Querem de Jorge Queiroga é maum dos novos telefilmes da TVI e que conta com a participação de Marco Delgado, Lúcia Moniz, Sofia Ribeiro, Sofia Aparício, Marina Abuquerque, Amélia Videira, José Mora Ramos e um já há muito desaparecido Eurico Lopes.
Pedro (Delgado) é um advogado sem vida sentimental duradoura e que ganha a vida como advogado maioritariamente de divórcios. Desligado e sem qualquer laço afectivo significativo, reencontra um dia Inês (Moniz), por quem um dia esteve apaixonado, também ela advogada e as suas vidas não só iriam ficar ligadas profissional como também sentimentalmente.
Num ritmo de encontros e desencontros entre as diversas personagens que povoam este telefilme, seguimos também os pensamentos e reflexões de Pedro sobre as vantagens e desvantagens de uma relação que pode (ou não) ser séria e duradoura. Como encontrar a pessoa dita "certa" e como estabelecer com ela algo que tenha significado.
Não sendo um telefilme com uma história que nos apaixone, não deixa ao mesmo tempo de ser um daqueles muitos que a TVI já fez que cosnegue ter alguma qualidade e deixar-nos com interesse à espera de ver os resultados finais. Não só por conter algumas reflexões que de certa forma já passaram pela mente de todos nós, mas também por conseguir criar um conjunto de personagens simpáticas e com as quais criamos alguma espécie de empatia que nos prende ao ecrã.
E falando das personagens, não consigo deixar de registar a minha especial simpatia pela que foi criada por Amélia Videira como uma mulher que já ultrapassou a chamada "meia idade", e que agora se vê abandonado pelo seu marido. Os pequenos momentos em que aparece no ecrã são todos seus ao ponto de conseguir "eclipsar" todos os que com ela contracenam.
Arrisco dizer que este filme conseguiu elevar os padrões de qualidade de todos os outros que o precederam deixando-nos assim com vontade que os próximos sejam ainda melhores e com qualidade suficiente para elevar este ainda pouco desenvolvido mercado de telefilmes por Portugal.
Como este... venham mais.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário