quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Withered (2011)

.
Withered de Willie Frickelton é uma média-metragem que longe de ser de terror se centra no universo zombie ou, melhor dito, no retrato da vida de um sobrevivente após um apocalipse zombie.
Aqui não temos mortes horrendas nem tão pouco a caracterização é de meter medo, algo que de certa forma acaba por falhar neste filme, mesmo que as aparições dos zombies que se vêem sejam escassas. Aqui o principal é mesmo o dia-a-dia deste homem que espera por notícias de alguém que sabemos estar desencontrado. Dadas as circunstâncias daquela "actualidade" todos nós pensamos em qual terá sido o seu trágico destino.
São igualmente traçados alguns flashbacks nos quais temos a percepção de como era aquela pacata cidade, agora deserta, e o desespero que a solidão provocada pelo isolamento de que a mesma é alvo, provoca neste que parece ser o último homem vivo na Terra.
Destaco ainda um momento cómico no meio de todo o desespero que filmado intencionalmente, ou não, consegue ter a sua graça... Quando este sobrevivente enfrenta um doz zombies e lhe dá com o skate, podemos afirmar que o morto estica, literalmente, o pernil... Não era suposto fazer rir mas...
Vale pelas intenções mas, no fundo, temos de separá-lo de um tradicional filme de zombies. A atmosfera está lá mas não é disso que se trata.
.
5 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário