quinta-feira, 21 de junho de 2012

Broken Bands (2012)

Broken Bands de Miguel Palhinha é uma curta-metragem portuguesa que visionei na última edição do Shortcutz Lisboa e que me deixou algo perplexo.
Se por um lado percebo que foi um trabalho feito no âmbito de um projecto de workshop com "regras" a respeitar num período de tempo reduzido onde as pessoas envolvidas têm de se entender com um conjunto de premissas pré-estabelecidas, por outro o resultado que qualquer um de nós espera de um filme é algo com o qual se possa de uma ou outra forma identificar.
Aqui, à excepção da história de amor... pouco mais há com que nos possamos rever. Temos dois jovens que num local, não direi paradisíaco mas bastante agradável, comunicam com poucos diálogos, uma despedida ao "som" das boas recordações que ali passaram.
Se por um lado queremos perceber que tipo de estranha relação é aquela, por outro damos por nós a apreciar mais depressa a paisagem circundante do que propriamente o que aqueles dois andam por ali a fazer.
Dotada de uma extraordinário fotografia numa mescla entre jogos de luz representativos dos bons momentos passados, e alternando com pesados sombras que adivinham um futuro de solidão, esta curta pouco mais é do que isso... um trabalho experimental de um conjunto de estudantes que deixa por cumprir uma história de amor que poderia ter sido interessante.
.
2 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário