quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Ptolmus (2013)

.
Ptolmus de Josemaria Rra é uma curta-metragem de animação portuguesa que centra duas únicas personagens num espaço onde discutem as limitações mútuas.
Se para o Homem é inconcebível como aquele ser tão diferente não consegue ver e, como tal, medir as distâncias, as formas ou a concepção de arte, para o Ser é impensável como os humanos são tão limitados ao não possuírem o sentido de Ptolmus.
O argumento também da autoria de Josemaria Rra aponta numa única direcção, ou seja, aquela de que o Homem se precipita no julgamento dos demais condenando as supostas limitações alheias ao mesmo tempo que enaltece as suas próprias qualidades. No entanto, o que acontecerá se essas mesmas limitações não o forem sendo, por sua vez, verdadeiras capacidades psíquicas ou de alteração espacio-temporal podendo de tal forma regressar no tempo e alterar - ou não - os acontecimentos?
Desta forma, Ptolmus reflecte sobre aquilo que para o "eu" pode ser considerado como uma limitação mas que, para o "outro", pode ser o seu trunfo e forma de sobreviver num mundo que não aceita de imediato a sua condição. De julgamento em julgamento, são estas mesmas características que acabam por definir não só a condição de cada um no mundo - ou numa sua representação - como também a dimensão - ou falta dela - da sua Humanidade (talvez perdida).
Um trabalho original que oscila de loop em loop - subentendidos e nunca relatados - e que deixa uma certa curiosidade sobre o que poderia ser esta história se se tratasse de uma longa-metragem que conferisse ao espectador uma maior perspectiva sobre os passados e origens destas duas intrigantes personagens.
.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário