quarta-feira, 18 de julho de 2012

Plague (2009)

.
Praga de Matt Simpson e Joseph Avery é mais uma das inúmeras curtas-metragens que encontramos online sobre uma praga zombie que devasta o planeta deixando um conjunto muito reduzido de sobreviventes.
Vilhelms (Joseph Avery) é um refugiado letão em Inglaterra que tenta ter finalmente uma vida normal, deixando para trás um passado de tráfico de armamento. É quando chega ao seu novo país e tenta construir uma vida normal que uma estranha praga dá vida aos mortos que procuram carne humana para se alimentarem. Ninguém está a salvo, questionando-se assim a hipótese de existir ou não lugar às segundas oportunidades.
Aquilo que torna esta curta-metragem não uma obra original mas sim algo de destaque é a própria filmagem. Normalmente estamos habituados a ver este género de filme como contado no próprio momento em que a acção decorre. Aqui, no entanto, temos uma obra onde aquilo a que assistimos é uma recordação e memória de um passado mais ou menos recente. Não só os momentos de reflexão de Vilhelms isso nos indicam, como também as próprias cores esbatidas e jogos de luzes presentes fazem com que as imagens que nos são apresentadas nos lembrem uma velha fotografia cuja imagem se tem perdido no tempo.
Quanto ao argumento, escrito por Matt Simpson, não encontramos grandes elementos inovadores, afinal o género que representa também não o permite mas consegue, no entanto, criar uma atmosfera que nos leva a pensar se existirá ou não esperança para um futuro, não só para aquela personagem em concreto mas também para a própria Humanidade que se vê afectada por tal calamidade.
Apesar de não ser propriamente original consegue ser uma interessante curta-metragem que preza pela sua qualidade quer de argumento quer filmica e constitui assim uma obra que merece ser visionada.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário