sexta-feira, 5 de julho de 2013

Diz-me Como És (2013)

.
Diz-me Como És de Alexandra Prezado, João Filipe Silva, Ricardo Marques e Sara Allen é uma das curtas-metragens produzidas no âmbito do 48 Short Media que decorreu no final do mês de Junho em Viseu.
Esta história conta-nos assim a relação entre duas personagens que foram separadas na sua infância mas que têm ao longo do tempo mantido uma relação de proximidade através das inúmeras cartas que escrevem um ao outro. Sendo este o seu único meio de contacto Ele (André Negrier) e Ela (Joana Martins), já jovens adultos, revelam uma empatia e cumplicidade que, apesar da distância que os separa, não termina.
É então que anos depois dessa separação voltam novamente a encontrar-se... Estará essa cumplicidade tão viva como a sentiam através das suas inúmeras cartas?
A sensibilidade com que esta curta-metragem foi escrita, dirigida e interpretada sente-se desde o primeiro instante e se considerarmos que o tempo total para a sua conclusão foram as quarenta e oito horas disponíveis do evento, então ficamos perante a confirmação de que os profissionais que estiveram por detrás desta curta-metragem irão ter certamente um futuro longo na área.
É gratificante perceber a capacidade que, quando bem filmado e interpretado como é aqui o caso, pouco mais de cinco minutos de duração de um filme podem transmitir uma tão sentida mensagem sobre a amizade, o amor e a cumplicidade que estes dois sentimentos podem criar entre duas pessoas. André Negrier e Joana Martins enquanto actores principais desta curta-metragem, recriam não só as palavras que para eles foram escritas, como também conseguem incorporar todo este ambiente e cumplicidade, deixando passar para o espectador que existe realmente uma empatia muito forte entre ambos.
Para além do óbvio comentário positivo que tenho ainda a fazer ao excelente cartaz desta curta-metragem, tenho para finalizar que dizer que ela é forte e consistente, facto que me deixa mais uma vez confiante em toda uma nova geração de jovens cineastas portugueses que consegue realizar um filme em quarenta e oito horas como se tivesse sido alvo de meses de preparação. Como diria um crítico conhecido... Two thumbs up!
.
.
8 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário