quinta-feira, 24 de abril de 2014

40 Anos do 25 de Abril no Atelier-Museu Júlio Pomar, em Lisboa

.
Em Maio de 1974, a Sociedade Nacional de Belas Artes organiza uma série de reuniões no âmbito das quais nasce o Movimento Democrático de Artistas Plásticos. No dia 10 de Junho de 1974, o MDAP, em colaboração com o MFA, decide realizar uma enorme pintura colectiva, na Galeria de Arte Moderna de Belém,  naquele que foi um esforço criativo de cariz comunitário que juntou 48 nomes da cena artística portuguesa dos anos 1970. Júlio Pomar aparece ao lado de artistas como Noronha da Costa, Fernando de Azevedo, Joaquim Rodrigo, Lourdes Castro, João Vieira, Costa Pinheiro, Eduardo Batarda, António Palolo, entre outros.
O filme que se exibe, em loop, ao longo de todo o dia 25 de Abril, no Atelier-Museu Júlio Pomar, na Rua do Vale, 7, em Lisboa, por ocasião das comemorações do quadragésimo aniversário do 25 de Abril - "Pintura Colectiva - Movimento Democrático dos Artistas Plásticos", Instituto de Tecnologia Educativa, 1975, com a duração de 14 minutos, depositado na Cinemateca - Departamento ANIM (Arquivo Nacional das Imagens em Movimento), documenta esse preciso momento criativo, imbuído de um imenso espírito revolucionário.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário