quinta-feira, 24 de abril de 2014

IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente 2014

.
IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente 2014
.
de 24 de Abril a 04 de Maio
.
Culturgest
Cinema São Jorge
Cinema City Campo Pequeno
Cinemateca Portuguesa
.
O IndieLisboa 2014 inicia hoje para onze dias repletos de cinema que será exibido nos quatro espaços referidos e, tal como tem acontecido nos últimos onze anos, apresenta o melhor do cinema independente quer a nível nacional como internacional, numa seleção de 226 filmes, entre curtas e longas-metragens de ficção, animação e documental.
Neste primeiro dia de festival há a destacar o mais recente filme de Johnnie To, realizador de Hong Kong que já foi Herói Independente no ano de 2008 e que no IndieLisboa’14 apresenta Man Tam (Blind Detective), uma sessão a decorrer às 21h30, no Grande Auditório da Culturgest. A acção desenrola-se em torno de "Chong" (o regresso do actor Andy Lau), um detective cego que se junta a "Tung" (Sammi Cheng), uma jovem e inexperiente polícia. Numa missão quase impossível, vão tentar resolver o caso do desaparecimento de uma amiga de infância de "Tung".
No Pequeno Auditório da Culturgest, pelas 21h45, decorre a primeira sessão da Competição Internacional de Curtas Metragens, composta por cinco filmes: Montenegro, de Luiz Stockler, onde, através do humor, se exploram assuntos íntimos, Heights, de Calum Walter, em que por uma única janela se percorrem tempos e espaços captados com um iPhone, IRL, de Grant Singer, com a cantora Sky Ferreira como protagonista, que interpreta uma jovem que ao reconstruir a noite anterior tenta desvendar imagens que revelam um suicídio, Förår, de John Skoog, que revela um acontecimento insólito que se tenta reconstruir através da memória e finalmente Quelqu’un d’Extraordinaire, de Monia Chokri, uma comédia hilariante onde uma rapariga de 30 anos destrói a despedida de solteira de uma amiga de infância.
Alentejo, Alentejo, o mais recente documentário de Sérgio Tréfaut, será também apresentado hoje pelas 22 horas, na sala Manoel de Oliveira, no Cinema São Jorge. Um belíssimo documento sobre o cante alentejano que faz a ligação da abertura do festival à revolução de Abril.
Destaque ainda para as longas metragens Suzanne e Drinking Buddies, ambas no Cinema City Campo Pequeno, salas 1 e 3, às 23h50 e às 23h55, respectivamente. De Katell Quillévéré, Suzanne revela a história de uma rapariga/mulher (Sara Forestier), e da sua família, num filme onde o lado emocial se sobrepõe ao racional. Drinking Buddies é uma comédia romântica de Joe Swanberg que foge totalmente aos clichés. Kate e Luke apaixonam-se no local de trabalho, e Drinking Buddies foi filmado numa verdadeira fábrica de cerveja artesanal, com os actores a beber a sério e a improvisar a maioria dos diálogos.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário