domingo, 27 de dezembro de 2009

The Dark Knight (2008)

O Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan é o último filme da saga Batman. Assumo desde já que não é o meu preferido dos seis filmes, reservo esse lugar para o Batman Regressa, sendo que no entanto é um muito bem feito filme e dos melhores de toda a série.
De tudo o que começou por despertar mais a atenção deste filme exceptuando claro ser sobre a saga Batman, foi o facto da enorme publicidade que gerou na medida em que foi o último grande papel em que participou Heath Ledger. Era quase obrigatório ver a tão falada revisitação ao papel do Joker e que coincidiu com a morte do actor. O mínimo que se pode dizer é que a sua interpretação é de facto brilhante, e digo isto assumindo ao mesmo tempo que o elaborado há vinte anos por Jack Nicholson era dos mais bem feitos até à data. Mas Ledger aqui conseguiu de facto não direi superar pois cada interpretação é una, no entanto tem um dos seus melhores papéis e um forte elemento do filme.
Tal como Ledger, também Christian Bale no papel de Batman supera tudo aquilo que poderia esperar de ver. Aqui a personagem principal do filme toma uma personalidade mais negra do que temos estado habituados a ver, facto este que lhe dá um peso muito maior e possível de explorar de uma forma mais dramática e não tão cartoonizada como nos anteriores filmes. De destacar estão também as interpretações de Aaron Eckhart e Gary Oldman que apesar de secundários são francamente boas e importantes para o desenrolar da história.
Em termos de efeitos especiais quer visuais quer sonoros, temos aqui aquilo queé de esperar dete género de filmes, ou seja, o melhor. É um espectáculo visual em grande estilo durante todo o filme e claro está, nas sequências de acção a explosão visual é quase de ter de rever várias vezes a mesma cena. O mesmo acontece com a direcção artística e a criação e visualização de Gotham City que é extremamente rica e bem conseguida dando inclusive uma ideia de uma Nova York futurista.
Finalmente no que diz respeito à caracterização há que voltar novamente à personagem de Heath Ledger. Temos aqui um Joker extremamente bem conseguido e com um aspecto que ao contrário do criado por Jack Nicholson, consegue meter mais medo do que criar simpatia por ele. Não só os seus comportamentos são totalmente paranóicos e dementes como o próprio ar e o seu aspecto para isso apontam.
Como disse inicialmente, este não será o meu filme preferido da saga Batman, no entanto está com certeza nos primeiros lugares.

"The Joker: Do you want to know why I use a knife? Guns are too quick. You can't savor all the... little emotions. In... you see, in their last moments, people show you who they really are."

9 / 10

CinEuphoria Prémios'09 VOTAR AQUI

Sem comentários:

Publicar um comentário