terça-feira, 10 de setembro de 2013

Mancha (2013)

 
.
Mancha de Ana Seia de Matos é uma curta-metragem portuguesa exibida no Shortcutz Xpress Viseu cujo argumento, também escrito pela realizadora, nos remete para uma pequena sala onde quatro pessoas (Ana Seia de Matos, Carlos Salvador, L. Filipe Santos e Luís Belo) enfrentam impávidas a acusação de um homicídio que um eloquente investigador lhes faz. Um deles cometeu este crime... mas qual?
Através de um conjunto de pensamentos elaborados com base em verdades universais que nos fazem reflectir sobre aquilo que realmente vemos e do que nos lembramos ou mesmo se observamos para além do óbvio e do que nos é colocado em frente aos nossos olhos, questionamo-nos sobre a dúvida e o elo que é criado pela mesma àquilo que não é tão explícito mas no que é mais fácil de crer.
Estaremos nós assim tão atentos ao que nos rodeia ou perdemos mais tempo com superficialidades e tão pouco nos pormenores? É esta a premissa que torna interessante esta curta-metragem mas que, ao mesmo tempo, nos deixa com alguma vontade de ver mais e não apenas uma curta-metragem tão "curta", denotando potencial para ir um pouco mais longe ao ponto de explorar um pouco a própria personalidade dos "suspeitos" presentes. Quais as suas motivações? O que os move? Qual aquele que terá realmente cometido o crime? Todas estas perguntas mereciam uma resposta ou, pelo menos, algo que nos aproximasse mais das referidas personagens.
.
6 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário