sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Maya the Bee Movie (2014)

.
Abelha Maia - O Filme de Alexs Stadermann é uma longa-metragem de animação em co-produção germano-australiana que recupera o imaginário da série de animação do final dos anos 70 e início dos 80 sobre a jovem e inexperiente abelha Maia curiosa com o seu meio e com todo um universo desconhecido para lá da sua colmeia.
Maia - a destemida e curiosa abelha - julga que existe todo um mundo para lá da sua pequena grande colmeia. No meio das aventuras, Maia (Coco Jack Gillies) torna-se num obstáculo àquelas outras que querem trabalhar e, ao contrário dela, já têm o seu lugar definido para o bom funcionamento da colmeia que nunca pára. Quando se cruza com Buzzlina Von Beena (Jacki Weaver), esta pretende expulsá-la da colónia pois tem os seus próprios planos de destronar a Raínha (Miriam Margolyes). É então que no meio da natureza desconhecida, Maia trava os seus novos amigos e aliados restituindo o poder a quem o merece.
Sem fugir aos já clássicos episódios de animação que foram exibidos nos canais de televisão há largos anos atrás, o argumento de Maya the Bee Movie da autoria de Fin Edquist, Martin Quaden e Marcus Sauermann exponencia aquilo que de melhor esta curiosa personagem tem... a sua humanidade. A curiosidade da pequena "Maya" está para além das aventuras que esta celebra mas sim na grande curiosidade que denota em conhecer o "outro", ou seja, todos aqueles pequenos grandes caminhos que aparentemente tortuosos escondem todo um rico conjunto de possibilidades que só os mais audaciosos tendem a conhecer. O desconhecido e a premissa que nem tudo corresponde necessariamente à imagem que inicialmente transparece são assim as mensagens sempre implícitas nesta história que não deixando de ter o seu elemento perverso - "Buzzlina" - não deixa, ao mesmo tempo, de ser um conto sobre a possibilidade de dois opostos se encontrarem algures pelo meio desse tal caminho percorrido.
Mérito dado à interpretação vocal dos actores, especialmente à de Jacki Weaver que consegue com a sua voz calma estabelecer um novo tipo de vilão assustador o suficiente para esta história que se quer assumidamente pacífica e de um hino à amizade, Maya the Bee Movie tem um conjunto de ricas personagens, que na teoria todos já conhecemos de outros tempos onde fomos espectadores assíduos desta animação (muitos dirão que não, mas...), e consegue pela simplicidade do seu argumento, originar alguns momentos de entretenimento ligeiro e bem disposto que - afastada a hipócrisia de alguns olhares mais descrentes - a todos conseguirá fascinar.
Um último destaque positivo à animação em si rica em grandes detalhes de conposição não só da atarefada vida dentro de uma colmeia como de todo um ambiente exterior onde são captados os ricos elementos de um espaço que pode ser um pequeno jardim ou uma floresta imensa abundante de vida nem sempre perceptível ao olhar desarmado.
.

.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário