quarta-feira, 14 de maio de 2014

Secretos del Lado Oscuro (2013)

.
Secretos del Lado Oscuro de Salva Martos Cortés é uma curta-metragem espanhola de ficção e mais uma das presentes na secção Nacional/Internacional da quinta edição d Piélagos en Corto - Festival Internacional de Cortometrajes de Ficción que decorreu até ao passado dia 10 na Cantábria, em Espanha.
Clara (Rosa Boladeras), Julia (Esther Ortega) e Rebeca (Júlia Estornell) são três irmãs que regressam à casa onde nasceram depois da morte dos seus pais. Todas elas têm os seus próprios segredos que serão relembrados nesta inesperada visita.
É no seio de grandes e traumáticos acontecimentos que, dizem, melhor se conhece a essência de cada um de nós. Os seus segredos e actos mais ou menos duvidosos assim como a forma como lidamos com o passado e com o presente. Salva Martos Cortés recupera de forma engenhosa mas infelizmente pouco explorada esta premissa que nos revela os podres na relação entre três irmãs que sentimos serem distantes, frias entre si, e que de uma ou outra forma tentam escondem as suas próprias acções e recordações que aquela inesperada visita à casa onde cresceram lhes transmite.
Desde a sugestão de incesto ao adultério, "Clara", "Julia" e "Rebeca" denotam um crescente desconforto não só por se encontrarem naquela casa que percebemos não lhes trazer as melhores recordações como também pelo facto de estarem na presença umas das outras o que, para cada uma delas, revela a ideia de um passado que pretendem esquecer a todo o custo. E é este mesmo desconforto que sentimos quando percebemos que a sua visita que tinha o propósito de dar um destino aos bens dos pais é ultrapassado pela necessidade de dali saírem e esquecerem tudo, e de forma definitiva, o que ali está e representa... afinal, já bem perto da conclusão desta história, percebemos que nenhuma dela leva algo como recordação daqueles que lhes deram vida.
Ainda que interessante pela premissa e pela vertente mais profunda a respeito das traições ocultadas ao longo de uma vida, Secretos del Lado Oscuro não chega a mostrar todo o potencial que tem enquanto filme capaz de contar uma história sobre as vidas não "vividas" em pleno por estas mulheres como resultado dos traumas que ficaram por revelar na sua totalidade e que ainda as condiciona anos passados. É nas interpretações do trio de actrizes que sentimos que existe muito mais por contar, não necessariamente sobre aquilo que lhes aconteceu mas sim sobre a forma como esse acto condicionou as suas felicidades, os seus projectos e as suas concretizações, levando assim o espectador a simpatizar com a forma como esta curta-metragem está dirigida porque promete um desfecho trágico, mas ao mesmo tempo insatisfeito porque o caos pessoal de cada uma delas não se chega a cumprir (aos nossos olhos).
Aqui o amor não é sentido, o conforto não é sincero e no fundo estamos perante três mulheres que, tendo cada uma delas um passado comum, mais não são do que estranhas e indiferentes aos problemas das demais mas principalmente frias e desconfortáveis por se encontrarem na presença comum que mais não representa do que uma memória que se pretende esquecer e ocultar para que não desperte e se torne num fantasma que não poderão controlar.
Secretos del Lado Oscuro é assim uma curta-metragem que deveria ter sido longa, que deveria ter explorado as memórias e o que ficou por dizer por cada uma delas que certamente teriam dado origem a uma história crua, difícil e pouco polida sobre as verdadeiras dinâmicas entre pessoas que apenas partilham um património genético que em vez de as aproximar só exponencia as suas diferenças colectivas.
.
.
5 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário