terça-feira, 13 de maio de 2014

02:43 (2013)

.
02:43 de Héctor Rull é uma curta-metragem espanhola de ficção presente na secção Fantástico da última edição do Piélagos en Corto - Festival Internacional de Cortometrajes de Ficción que terminou no passado dia 10 na Cantábria, em Espanha.
Pela madrugada um telefonema agonizante vem perturbar a tranquilidade que se faz sentir num apartamento vazio. Marta (Anna Bertran), revela uma trágica notícia. Miki (Miki Esparbé) chega escutando apenas uma pequena parte do que ela tem para lhe dizer e ironicamente deseja tudo aquilo que aparentemente está prestes a acontecer à sua antiga paixão...
Rull, que além de dirigir esta curta-metragem também esteve por detrás do seu argumento, centra toda a acção num espaço que sentimos estar em falta daquilo que outrora tivera... vida e calor. Com toda a história a decorrer naquela pequena sala e com o recurso a apenas uma interpretação física, a de Miki Esparbé, o espectador tem de confiar nos sentidos que as suas palavras e comportamentos denotam ser o resultado de uma relação que fora em tempos física, quente e cúmplice mas que agora mais não é do que a memória dolorosa e sofrida de algo que não se voltará a confirmar.
Ainda que com a duração e o sentido de oportunidade bem delineado para que a história seja credível, no final resta ao espectador a sensação de que quer mais desenvolvimento de forma a entrar no "e depois" da mesma conseguindo desta forma perceber até que ponto os destinos destas duas personagens colidiram com os desejos que cada um tinha para a sua convivência comum.
Quanto a Esparbé, o único fisicamente presente nesta curta-metragem, consegue não só agarrá-la todo o tempo como contribuir para a componente dramática da história que afecta a sua personagem, bem como transmite a agonia e a dor de alguém que fora abandonado por aquela que foi, possivelmente, a única pessoa que alguma vez amou mas que agora detesta com igual convicção, ainda que para a tragédia pessoal da mesma.
.

.
7 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário