quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Até Amanhã, Camaradas, de Joaquim Leitão

.
O romance Até Amanhã, Camaradas, de Manuel Tiago (pseudónimo utilizado pelo histórico líder do Partido Comunista Português Álvaro Cunhal, foi adaptado para cinema numa longa-metragem assinada por Joaquim Leitão cerca de dez anos depois da sua estreia televisiva como mini-série na SIC.
Segundo a produtora MGN, Até Amanhã, Camaradas, com a duração aproximada de três horas, é uma montagem do realizador sobre o material da mini-série homónima que fora exibida em seis episódios, que terá a sua estreia comercial no próximo dia 7 de Novembro, dias antes de cumprir o centenário do nascimento de Cunhal que faleceu em 2005.
Até Amanhã, Camaradas conta com argumento de Luís Filipe Rocha a partir do romance de Manuel Tiago, e conta-nos a história de Portugal nas décadas de 50 e 60 do século passado onde um país oprimido pela ditadura de Salazar reprimia pelas mãos de uma dura polícia política todos aqueles que ousavam resistir e manifestar sabendo de antemão que a prisão e as torturas eram uma certeza e a morte uma possibilidade, obrigando todos a uma vida de clandestinidade.
Joaquim Leitão contou para a realização de Até Amanhã, Camaradas com actores como Gonçalo Waddington, Cândido Ferreira, Leonor Seixas, Paulo Pires, Marco d'Almeida, Adriano Luz, Carla Chambel, Henrique Viana, Ivo Ferreira, São José Correia, António Capelo e Carla Chambel entre outros.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário