quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Marisol é Medalha de Ouro CEC 2016

.
O Círculo de Escritores Cinematográficos anunciou os galardoados com os seus prémios honorários e entre eles encontra-se a actriz e cantora Pepa Flores - mais conhecida do grande público como Marisol, personagem que a eternizou e a qual interpretou em nove longas-metragens ao longo de toda a década de 60 do século XX - que irá receber a Medalha de Ouro da organização pelo conjunto da sua carreira.
A cantora espanhola que se retirou da vida pública em meados da década de 80, destacou-se em títulos como Un Rayo de Luz (1960), Ha Llegado un Ángel (1961), Tómbola (1962), Las 4 Bodas de Marisol (1967) e Solos los Dos (1968) - todas de Luis Lucia -, Marisol Rumbo a Rio (1963), de Fernando Palacios, La Historia de Bienvenido (1964), de Augusto Fenollar, La Nueva Cenicienta (1964), de George Sherman e Búsqueme a Esa Chica (1964), de Fernando Palacios e George Sherman - todas elas enquanto Marisol, a personagem que a eternizou - tendo ainda dado vida a outras personagens em El Taxi de los Conflictos (1969), de Antonio Ozores e José Luis Saenz de Herédia, Carola de Día, Carola de Noche (1969), de Jaime de Armiñán, Urtaín, el Rey de la Selva... o Así (1969), de Manuel Summers, La Corrupción de Chris Miller (1973) e El Poder del Deseo (1975), de Juan Antonio Bardem, La Chica del Molino Rojo (1973), de Eugenio Martín, Los Días del Pasado (1978), de Mario Camus, Bodas de Sangre (1981) e Carmen (1983), de Carlos Saura e Caso Cerrado (1985), de Juan Caño Arecha, a sua última participação em cinema.
Os prémios do Círculo de Escritores Cinematográficos serão entregues numa cerimónia que será celebrada no próximo dia 1 de Fevereiro no Cinema Palafox, em Madrid onde serão ainda atribuídos galardoados os melhores trabalhos cinematográficos do último ano.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário