segunda-feira, 19 de março de 2012

That Thing We Do (2002)

.
.
Aquilo que Fazemos de Andrew Hull é uma curta-metragem canadiana de temática homossexual que aborda o regresso a casa de um jovem que vive na indecisão de contar ou não ao seu pai a sua sexualidade. Por um lado sente que se contar perde o apoio do pai, por outro percebe que se não o fizer nunca terá a companhia da pessoa que mais ama do seu lado.
Depois de dias num ambiente de silêncio é o seu jovem primo que lhe dará a indicação do que é mais certo a fazer através de um pequeno gesto que, à partida, não teria qualquer importância.
À excepção do jovem actor que acaba por dentro da sua inocência e simplicidade ter a interpretação mais simpática e que conquista os espectadores, todas as demais caem na banalidade de tantos outros filmes sobre o género acabando por não trazer nada de novo. O mesmo sucede com toda a curta que, per si, quase corresponde mais a um capricho do realizador para com a temática em questão do que propriamente um filme que aborde ou discuta algo de novo.
Vê-se, considerando a sua curta duração, mas ao mesmo tempo não deixa qualquer tipo de marca.
.
2 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário