sexta-feira, 17 de outubro de 2014

E Agora? Lembra-me com mais um prémio internacional

.
E Agora? Lembra-me, o multi-premiado - dentro e fora fronteiras - documentário de Joaquim Pinto e o candidato português ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro acaba de receber, desta vez na Bélgica, o Prémio L'Âge d'Or atribuído pela Cinematek.
O L'Àge d'Or foi iniciado por Jacques Ledoux com o intuito de "apoiar filmes poéticos e subversivos que quebrassem as barreiras do conformismo do cinema e da sociedade". Este prémio tem ainda o intuito de "renovar o espírito de pesquisa e audacidade de outro evento da Cinemateca, o festival EXPRMNTL" onde o primeiro L'Âge d'Or fora atribuído.
Assim, o L'Âge d'Or tem como principal intuito olhar para o cinema, independentemente da sua duração ou formato, "pela aura das suas imagens, pela força da sua edição, som ou silêncio".
Ao anunciar E Agora? Lembra-me como o vencedor, o júri referiu que "é um filme que transforma o pessoal em político (...) é político na sua corajosa busca de uma forma sensível de focar o íntimo para o exterior. (...) É político na premissa de uma sensibilidade que desloca as experiências contemporâneas de desilusão e resignação, oferecendo uma forma de estar no presente que talvez necessite de viver ao máximo aquilo que falta viver".
.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário