quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Câmara Municipal de Lisboa homenageia John Malkovich

.
A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, propôs a atribuição da Medalha de Ouro da Cidade ao actor norte-americano John Malkovich.
Nesta proposta - aprovada por unanimidade - a vereadora recorda que o actor tem na sua carreira diversos filmes realizados ou co-produzidos por e em Portugal como O Convento (1995), Je Rentre à la Maison (2001) e Um Filme Falado (2003) todas obras de Manoel de Oliveira, Le Temps Retrouvé, de Raoul Ruiz (1999) - uma co-produção portuguesa - The Dancer Upstairs (2002) - que também dirige - Linhas de Wellington e a mini-série As Linhas de Torres Vedras, de Valeria Sarmiento - ambas de 2012 - bem como o ainda por estrear The Casanova Variations, de Michael Sturminger e ainda Mata-Hari, uma mini-série russa de Dennis Berry em filmagens em Lisboa.
Na proposta que pretende homenagear o actor pode ler-se que "A paixão de John Malkovich por Lisboa e por Portugal é reconhecida e o ator mantém-se um porta-voz internacional encantado com a afabilidade local, a geografia e o clima da cidade, a arquitetura e a diversidade cultural" e que "é através do seu envolvimento com o cinema português que John Malkovich estabelece e aprofunda a sua ligação afetiva com Lisboa e com o país".
Malkovich é este ano um dos homenageados no Lisbon & Estoril Film Festival que decorre em várias salas de cinema da capital e do Estoril entre os dias 7 e 16 de Novembro, incluindo uma retrospectiva de vários filmes em que participou bem como a estreia de The Casanova Variations, de Michael Sturminger e que se  inspira na obra "História da Minha Vida", de Giacomo Casanova tendo sido filmado na íntegra em Lisboa, mais concretamente no Teatro Nacional de São Carlos, bem como da exposição "Malkovich, Malkovich, Malkovich: Homage to Photographic Masters", do fotógrafo Sandro Miller e na qual o actor recria fotografias que se tornaram icónicas, imitando poses, por exemplo, de Pablo Picasso, Salvador Dalí, Alfred Hitchcock e Marilyn Monroe.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário