sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Changeling (2008)

Como já referi num post anterior Clint Eastwood realiza filmes cada vez mais surpreendentes e magníficos... Obras-primas! A Troca é simplesmente mais uma prova disso mesmo. A capacidade que Eastwood tem de se aperfeiçoar a cada obra que realiza é extraordinária e com A Troca volta a entregar-nos mais uma obra perfeitamente dramática e intensa.

Com a acção a decorrer na Los Angeles dos anos 20 temos uma criança desaparecida e todo o processo que a sua mãe passa para a tentar encontrar. Como pano de fundo temos um corpo policia profundamente corrupto que a tenta "ajudar" e que tudo faz para ganhar uma boa imagem junto da imprensa e do público, inclusive entregar-lhe um filho que não o seu. No final descobrimos a verdade. Pelo menos aquela que cada um de nós vê como a melhor para a sua consciência depois de ver todo o processo pelo qual a mãe (e a criança) passaram.

Quanto à história está revelado o possível para que quem não viu sinta alguma curiosidade em vê-lo. Espero para isso ter contribuído.

No que ao filme em si diz respeito, e já não mencionando o magnífico trabalho que Eastwood nos dá, há que salientar alguns outros aspectos. Para começar um excelente trabalho de guarda-roupa de Deborah Hopper e uma fiel caracterização de época. Em segundo lugar, e voltando a Eastwood, que nos entrega uma vez mais uma muito bem elaborada banda sonora. Até aqui nos surpreende.

Finalmente e com o aviso de que sou um fã incondicional de Angelina Jolie, não é risco dizer que ela tem aqui uma das suas mais bem concebidas interpretações. É emotiva, é sensível, torna-se vítima e consegue sair vencedora. Vencedora de tudo menos do Oscar. Foi um ano complicado para atribuir o prémio, no entanto não tenho qualquer sombra de dúvida que ela poderia ter sido uma das justas vencedoras. Infelizmente nesta cerimónia foram só três as nomeações não tendo infelizmente chegado a mais importante para o Melhor Filme do ano e aqui não tenho qualquer recalcamento em dizer que o deveria ter sido e ganho. Este foi portanto, e sem desprimor para os demais, o filme do ano.
Grande Eastwood... esperamos pelo próximo!




"Christine Collins: Three boys tried to escape that night, and if one boy got away then maybe one or both of the other two escaped too. Maybe he's out there somewhere, afraid to tell the truth, afraid of what will happen to him or to me. But one thing I know is that boy gave me something I didn't have before.


Detective Lester Ybarra: What's that?


Christine Collins: Hope."


10 / 10

Sem comentários:

Publicar um comentário