domingo, 9 de agosto de 2009

Come See the Paradise (1990)

Venham Ver o Paraíso mais uma excelente obra de Alan Parker, que já nos havia presenteado com excelentes filmes tais como Mississippi em Chamas e o Expresso da Meia-Noite, e desta vez com o relato da vida da comunidade japonesa nos Estados Unidos nos anos da guerra.
Como em muitas das suas obras, Alan Parker dá-nos aqui uma visão da América real e de alguns momentos da sua História mais negra e não muito divulgada. Os momentos em que a terra da liberdade mostra que também a pode retirar e neste caso em particular àqueles que também são dos seus. Parker dá-nos um olhar crítico e muito bem construído sem cair em chavões ou clichés.
O filme tem um argumento consistente e bem dirigido (outra coisa aliás não seria de esperar), que se centra na relação amorosa entre um Americano de origem irlandesa e uma Americana de origem japonesa, a qual tem a oposição clara do pai desta, durante todos os anos da Segunda Guerra Mundial.
A banda-sonora da autoria de Randy Edelman... resumo-a simplesmente numa palavra... EMOCIONANTE! É um (mais um) dos pontos fortes do filme e completa-o a 100%. Inesquecível!
De resto, e repetindo que não seria isso que iria dar mais importância ao filme, apenas tenho a lamentar que tenha sido TOTALMENTE esquecido dos Oscars ou de qualquer outra cerimónia significativa de prémios (com a excepção devida a Cannes claro está). No entanto não é de estranhar que tal tenha acontecido considerando que é um filme que coloca o dedo na ferida a um acontecimento relativamente recente e embaraçoso da História norte-americana.
Para quem gosta de um bom drama passado em tempo de guerra este filme será sem dúvida um a ver urgentemente... até porque já tem 19 anos!



"Lily Yuriko Kawamura: I don't why I left your papa that day, but sometimes you get pushed and pulled without ever knowing the reasons why. But I knew I couldn't stay. I had to be with Mama and Papa Kawamura."

10 / 10

Sem comentários:

Publicar um comentário