quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Maldito Vivo (2011)

.
Maldito Vivo de Bruno Duarte é uma curta-metragem portuguesa e... de zombies... Bom, é só um zombie mas já dá pano para mangas.
Tudo se passa dentro de um apartamento através das suas várias divisões onde dois jovens, um zombificado e o outro ainda humano lutam, correm, vomitam as entranhas... e dançam. Sim, um zombie que dança.
Esta curta-metragem tem ali uns momoentos que me transportaram para outros tantos filmes do género e que por uma ou outra ocasião me fizeram sorrir. A dança, ao estilo do clip do Michael Jackson mas desta vez com música dos Queen, é dos momentos mais hilariantes que foram feitos neste filme. Este e claro, não me posso esquecer de referir a quantidade de objectos que foram atirados para a cara daquele zombie que mais parece ser ele a vítima atormentada de toda a curta.
A caracterização feita é o elemento mais pobre do filme. Pouco convincente ou realista apenas consegue ser "ignorada" à custa dos agradáveis momentos de comédia que retiramos, muitos dos quais feitos telefonicamente onde uma pseudo-vítima desesperada tenta saber tudo o que pode fazer para eliminar um zombie, num registo de um Shaun of the Dead seco e sarcástico.
Aparentemente amadora esta curta consegue recriar ainda alguns momentos nojentos quando os grandes planos são feitos ao morto-vivo, mas ainda assim não deixamos de por ele ter alguma simpatia depois de vermos que ele sim é quase torturado pelo vivo que lhe atira objectos, o põe a dançar e no final... bom, o final vão ter de ver.
Mais cómico do que de terror acaba por ser esse mesmo o seu ponto forte. Divertida e vale os seus quase vinte minutos.
.
6 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário