quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Signs (2008)

.
Sinais de Patrick Hughes é uma curta-metragem australiana sobre o amor e os sinais. Descobri esta curta quase por acidente e devo confessar que foi dos melhores acidentes que alguma vez me aconteceram.
Jason (Nick Russell) é um tipo solitário que vive sem a perspectiva de ter ao seu lado alguém que lhe dê companhia, amizade e amor. Tudo isto até ao dia em que olha para o prédio do lado e "conhece" Stacey (Kestie Morassi) que, tal como ele, passa os seus dias simplesmente a trabalhar.
A relação, ou espécie de, que os dois desenvolvem a partir desse momento é simplesmente genial e deliciosa de se ver. Temos a perfeita história de amor cinematográfica que a todos irá agradar, contrariando a enorme tendência a que assistimos no início onde a solidão e a tristeza são as palavras de ordem.
De destacar ainda a originalidade desta curta em transmitir tanta emoção e sentido apenas e só através de pequenas mensagens escritas pois, à excepção de uma muito bem colocada banda-sonora, toda a curta é... muda. Genial e imperdível vale muito todos os minutos da sua duração.
.
10 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário