sábado, 8 de outubro de 2011

Visionary Iraq (2009)

Visionary Iraq de Gabriel Abrantes e Benjamin Crotty é uma curta-metragem portuguesa que nos conta a história de dois irmãos que mantêm uma relação amorosa secreta.
As duas personagens, irmão e irmã, são interpretados pelos próprios realizadores onde, no caso feminino, pintam a cara do realizador para interpretar uma mulher africana... e mal (tanto a pintura como a consequente interpretação... se é que se pode chamar de tal).
Ao ver esta curta-metragem assustei-me. E assustei-me pelo facto de ser algo francamente pobre e muito mal feito. Que me desculpem os dois realizadores mas isto em termos visuais, interpretativos, de caracterização é, no mínimo e para ser simpático, puro lixo televisivo.
O argumento, também da autoria de ambos, é algo até com algum potencial e que poderia dar vida a uma trama interessante e entusiasmante para o espectador. No entanto, nada em tão curto espaço de tempo foi feito com tão pouca qualidade.
Perfeitamente dispensável e sem qualquer qualidade notória à vista esta é daquelas curtas que tinha ganho muito... em não ser feita.
.
(pelo único facto de não atribuir zeros na classificação) <-- 1 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário