quarta-feira, 11 de abril de 2012

E Assim.. (2011)

.
E Assim.. de António Pinhão Botelho foi a última, e arrisco dizer grande, surpresa que tive na última edição do Shortcutz Lisboa.
Posso dizer que é a história de Fábio, um rapaz que gosta de Aurora. Um certo dia Fábio vê toda a sua vida futura num pequeno instante. O seu amor, a adolescência, o namoro, o casamento, os filhos, os momentos felizes e os menos bons. Tudo, num simples instante. O mesmo instante que decorre toda a curta-metragem.
Uma "simples" história de amor com tudo o que isso implica que naqueles breves instantes consegue de uma forma serena e bem eficaz resumir toda uma vida de alegrias e tristezas, de sonhos... de encontros e desencontros com a felicidade mas sempre partilhados a dois num amor que começa jovem e dura uma vida.
Não conheço qualquer outra obra de jovem realizador mas espero que nos possa ainda dar muitos e bons filmes que continuem esta linha que mistura sensibilidade e realidade de uma forma consistente e muito apelativa para poder ver pequenas grandes histórias contadas em cinema.
Quem diz que as histórias de amor já estão ultrapassadas é porque ainda não viu esta curta que consegue ser além de um trabalho uma história sentida. Francamente positiva.
.
.
8 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário