quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Itália aposta em "Grande"

.
La Grande Bellezza de Paolo Sorrentino foi o filme seleccionado por Itália para concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrageiro na cerimónia a realizar em Fevereiro de 2014.
Depois de anos sem conseguir uma nomeação para os Oscars, tendo a última sido com o filme La Bestia nel Cuore de Cristina Comencini em 2005 e a última vitória registada data de 1998 com o mega sucesso La Vita è Bella de Roberto Benigni, a escolha italiana recai agora sobre um drama que nos faz um relato desiludido de uma sociedade de aparências de relações fugazes que nunca se chegam a concretizar fazendo todos os seus intervenientes, desde senhoras da sociedade a políticos, jornalistas, actores ou criminosos a passar pela vida tendo como pano de fundo os antigos palácios de uma Roma indiferente como se encontrasse morta para a sua própria realidade.
La Grande Bellezza é já um filme com alguma carreira em festivais de cinema tendo estado seleccionado para a Palma de Ouro da última edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes onde foi considerado um dos potenciais vencedores bem como venceu o Globo de Ouro Italiano de Direcção de Fotografia para Luca Bigazzi e os prémios de Fotografia, Som, Actor Secundário para Carlo Verdone, Actriz Secundária para Sabrina Ferilli e um prémio especial para a interpretação de Toni Servillo pelo Sindicato Italiano dos Jornalistas Cinematográficos e constituindo-se também como um dos preferidos para a próxima cerimónia dos David entregues pela Academia Italiana de Cinema.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário