domingo, 6 de julho de 2014

Prémio LUX 2014: os filmes pré-seleccionados

.
Foram hoje divulgados no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary, na República Checa, os dez filmes candidatos ao Prémio LUX atribuído pelo Parlamento Europeu ao que de melhor se faz no cinema do continente.
  1. Bande de Filles, de Céline Sciamma (França)
  2. Feher Isten, de Kornél Mundruczó (Hungria/Alemanha/Suécia)
  3. Hermosa Juventud, de Jaime Rosales (Espanha/França)
  4. Ida, de Pawel Pawlikowski (Polónia/Dinamarca)
  5. Kreuzweg, de Dietrich Brüggemann (Alemanha/França)
  6. Le Meraviglie, de Alice Rohrwacher (Itália/Suíça/Alemanha)
  7. Macondo, Sudabeh Mortezai (Áustria)
  8. Razredni Sovraznik, de Rok Biček (Eslovénia)
  9. Turist, de Ruben Östlund (Suécia/Dinamarca/França/Noruega)
  10. Xenia, de Panos H. Koutras (Grécia/França/Bélgica)
Num sua apresentação foi dito que "Os dez filmes seleccionados englobam uma variedade de géneros, histórias, abordagens artísticas, mensagens e emoções diversas que obrigam o seu público a viajar através de variados países por toda a Europa", e por entre os quais podem ser descobertas duas primeiras-obras como as de Sudabeh Mortezai e de Rok Biček sendo este a primeira representação da Eslovénia ao Prémio LUX.
Entre os filmes seleccionados podemos ainda encontrar três realizadoras, Rohrwacher, Mortezai e Sciamma, presenças que orgulham os seleccionadores por uma cada vez maior inclusão de obras feitas no feminino, e encontramos ainda dois realizadores que já tiveram a oportunidade de ter as suas obras seleccionadas a este mesmo prémio, sendo eles Östlund e Mundruczó numa clara alusão a de que apesar de já terem passado por esta etapa, o Prémio LUX continua a acompanhar as obras dos realizadores que ajudou a divulgar.
Finalmente é ainda mencionada a importância dos valores e da História através das obras de Brüggemann e Pawlikowski, bem como a clara alusão aos jovens e à crise através das obras de Koutras, Rosales e da própria Rohrwacher.
Desta selecção serão agora anunciados três finalistas no final do mês de Julho, que farão parte da Competição Oficial, sendo legendados nas 24 línguas oficiais da União Europeia indo depois percorrer os 28 países membros.
O vencedor, a ser votado pelos membros do Parlamento Europeu, será anunciado a 17 de Dezembro em Estrasburgo sucedendo a The Broken Circle Breakdown, de Felix Van Groeningen que chegou inclusivé a ser nomeado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro pela Bélgica e saiu vencedor do EFA de Melhor Actriz em Dezembro último.
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário