terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Bitten (2008)

O Sangue da Paixão de Harvey Glazer conta com a participação de Jason Mewes, actor de tantos filmes de comédia e que me levou a ver o filme juntamente com, claro, o facto de ser uma "história moderna sobre vampiros" ou peo menos assim me havia sido descrita.
Ao começar a ver este filme até nos vamos sentindo agradados e por momentos a história parece ser interessante e daquelas que nos vai surpreender mas rapidamente perdemos as ilusões. E quando digo rapidamente é mesmo muito rapidamente.
Durante os oitenta e tal minutos do filme aquilo que vemos é uma pseudo-vampira com pretensões a ser sensual que tem muita fome, e quando digo fome não é só pelos angue mas também em divertir-se que nem uma perdida enquanto come (em vários aspectos) as suas vítimas. E pronto... dito isto está resumido o filme. Tudo o que se passa em torno deste pequeno resumo é pura e simplesmente desnecessário porque não há mais nada.
Ele caça, e ela também, ela come... e come... e come... satisfaz-se (de várias formas) e estamos assim o filme todo... até não haver mais e onde ela acaba por mordê-lo. C'est tout!
Resumindo... nem o filme é de terror... nem de comédia consegue ter nada... Por sua vez consegue ter pouco mais de oitenta minutos de puro desperdício de tempo onde a única coisa que parece ser consistente é o actor que faz de colega de Mewes ter um fetiche por meter o dedo onde eu não vou referir!!! (e devem entender onde é...)
.
3 / 10

Sem comentários:

Publicar um comentário