sábado, 9 de junho de 2012

Deixa Morrer (2012)

.
Deixa Morrer de Mauro Viegas é a mais recente curta-metragem deste realizador que aqui conseguiu um trabalho mais intimista e bem mais concretizado.
Acompanhamos aqui os sentidos diálogos de despedida de um jovem casal que se separou por motivos que descobrimos com o decorrer da curta. Sentidos pois são uma fiel imagem das suas almas espelhadas através de palavras que na quantida certa recriam um ambiente perfeito para a temática em questão.
Quanto às interpretações dos jovens actores, temos uma Jessica Chagas bem mais segura e com uma entrega bem mais vísivel do que na participação que tivera em Raposo Manhoso, a anterior curta do realizador, e que consegue criar para si uma maior identificação com as palavras que nos entrega. O mesmo poderei dizer de Fábio Valente, o protagonista, que apesar de ainda fazer notar algum desconforto na sua interpretação, consegue também torná-lo uma vantagem se considerarmos o novo "estado" da mesma.
Um bom trabalho de fotografia com luzes e poucas sombras que tornam a curta muito mais serena, é apenas abafado por alguns problemas técnicos no que ao som diz respeito ao captar ruído do vento nos exteriores e alguma impercepção de um ou dois diálogos em interiores.
Na globalidade dou os parabéns ao realizador que consegue mostrar bastante evolução desde o seu último trabalho e que entrega uma nova curta-metragem não só sensível na temática como muito mais firme e segura na sua execução.
.
.
"Ela: Dói muito morrer?
.
Ele: Não, é mais fácil que adormecer."
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário