sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Vida Activa (2014)

.
Vida Activa de Susana Nobre é um documentário em formato de longa-metragem português que tem como sua base o programa educacional Novas Oportunidades lançado em Portugal para reconhecer e certificar as aprendizagens realizadas fora da escola ao longo da vida dos (então) adultos.
Ao longo das sessões deste programa homens e mulheres falam sobre o seu percurso de vida, sobre as suas diversas profissões e tarefas realizadas que, ao longo dos anos, lhes conferiram conhecimentos e aprendizagens diversas e os factores pessoais que os mesmos levaram para nunca terminarem os estudos na altura tida como ideal.
É através deste ponto de partida que tomamos conhecimento sobre as realidades individuais de cada um e sobre a forma como diferentes condições de vida determinaram rumos diferentes que, na actualidade e com as diversificadas condições de trabalho mais ou menos precário, lançaram todas estas pessoas para um mesmo fim comum.
O programa das Novas Oportunidades, descontinuidado desde 2011 após a entrada de um novo governo em Portugal, gerou uma verdadeira corrida ao mesmo de uma camada mais velha da população quando através do processo aqui realizada poder ser conferido aos vários adultos que a ele recorriam uma forma de validarem os seus conhecimentos académicos e profissionais e, como tal, uma equivalência a um grau de ensino superior àquele que detinham até então.
Num país que está a ser uma forte vítima da crise económica que lançou dezenas de milhares de pessoas para o desemprego tendo de seguida uma sua grande parte sido obrigada a entrar neste processo, seria de esperar de Vida Activa um daqueles documentários que chega ao mais íntimo e pessoal de cada história que podendo ou não ser mais problemática ou trágica, entregar ao espectador verdadeiras lições de vida que fizessem do mesmo uma história tocante e mais pessoal - aquilo que pessoalmente espero de um documentário - e não um relato tão monocórdico e impessoal que se fundamenta única e exclusivamente em factos lineares que servem de resposta a um conjunto de perguntas pré-formatadas.
Vida Activa tem o potencial argumentativa para que se tivesse tornado num daqueles documentários com o qual uma boa parte do público iria simpatizar... afinal quantos de nós não iriam encontrar várias referências com as quais se pudessem identificar e pensar que estaria ali um pouco da sua própria vida. No entanto, é graças a todo um conjunto de factos relatados e pouco "sentidos" (pelo menos na forma como são transmitidos ao espectador) que se sente como se estivesse a ser lida uma lista de supermercado onde se procuram os produtos que fazem falta lá para casa e não as trágicas - algumas são - histórias de quem acabou de perder ot rabalho e sua única fonte de rendimento sendo esse o princípio para toda uma vida nova... algumas das quais começadas aos sessenta anos de idade.
Impessoal e sem factor humano, Vida Activa não poderia ser mais... Inactivo.
.
.
3 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário