quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Grbavica (2006)

.
Filha da Guerra de Jasmila Zbanic vencedor do Urso de Ouro do Festival Internacional de Cinema de Berlim em 2006, é um simples e poderoso drama sobre os traumas e as consequências do pós-guerra Balcânica.
A história gira em torno do dia-a-dia de Esma (Mirjana Karanovic) uma mãe que se bate por sobreviver às dificuldades que o pós.guerra lhe impôs ao mesmo tempo que tenta educar sem marido a sua filha Sara (Luna Mijovic).
Sara, por sua vez, vive com as angústias de uma adolescente sem pai que quer saber mais sobre o seu passado, vivendo assim numa tensa relação com a mãe que nada lhe conta.
Cedo, muito cedo no filme, através de um pequeno acto descobimos o que realmente aconteceu no passado de Esma e que a leva a ser um tanto ou quanto fria e distante da sua filha e, por aí, o filme não nos reserva nenhuma surpresa.
Aquilo que é de registar neste filme é a sociedade que vive ainda com os dramas e traumas daquilo que foram anos de uma guerra civil bárbara e cruel, como todas o são aliás, e como isso se reflete ainda hoje nas vidas dos habitantes que a ela sobreviveram de uma ou outra forma.
A sorevivência através do tráfico ou de esquemas menos lícitos. A acumulação de trabalhos por parte das pessoas que tentam viver numa sociedade que se tenta ocidentalizar e que não permite vidas abastadas. Temos ainda um dos mais importantes aspectos deste filme, tocado de uma forma mais ligeira não deixando de assumir um peso importante que é o facto de ainda hoje viverem com o drama de familiares desaparecidos e com as suas identificações quando se descobre uma nova vala comum. E ainda os dramas das mulheres que tentam resistir e ultrapassar os medos, angústias e dramas de uma vida de tortura, abusos e violações, infelizmente "naturais" numa das mais sangrentas e violentas guerras a que o nosso continente assistiu.
Importante e interessante filme dramático que mostra não só a vitalidade do cinema Europeu como especialmente a vitalidade que ele vai assumindo crescentemente no leste Europeu. Muito bom e digno vencedor do Urso de Ouro em Berlim, muito também graças ao magnífico e brilhante desempenho assumido pela dupla de actrizes, forças naturais e portadoras de um grande desempenho dramático.
.
7 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário