sábado, 5 de abril de 2014

Leve-me Pra Sair (2012)

.
Leve-me Pra Sair de José Agripino para o Coletivo Lumika, é uma curta-metragem documental brasileira que concorreu no terceiro dia da competição respectiva do FESTin - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa a decorrer no Cinema São Jorge, em Lisboa.
Esta curta-metragem revela as diferentes perspectivas de um conjunto de adolescentes brasileiros sobre a sua homossexualidade desde o momento em que se descobriram até ao revelar à família a sua sexualidade e os momentos mais ou menos caricatos pelos quais atravessaram neste auto-descoberta, sem esquecer a desconstrução que efectuam sobre alguns pré-conceitos estabelecidos sobre a forma como encaram a sua vida sentimental, familiar, amorosa e sexual.
Leve-me Pra Sair consegue ser interessante e bem disposta pela abordagem ligeira com a qual o realizador decidiu filmar assim como pela interacção com alguns dos adolescentes que mostram um lado mais positivo e bem disposto sobre si mesmos, sobre a forma como se encaram e principalmente por se afastarem de alguns estigmas que normalmente estão associados ao seu comportamento que se afasta do estereotipado para revelar a naturalidade que existe na sua forma de amar.
Apesar de um final "super positivo" que quase roça o pouco natural, Leve-me Pra Sair consegue ser uma peça interessante sobre a sexualidade adolescente no século XXI (afinal já cá chegámos há alguns anos) que, ainda assim, merecia ter tido um desenvolvimento mais alargado digno de um documentário mais profundo.
.
.
6 / 10
.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário