sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

CinEuphoria Prémios 2017: os vencedores

.
Foram hoje anunciados os vencedores dos CinEuphoria 2017 na Competição Internacional, na Competição Nacional, nos Prémios do Público e ainda os Prémios Honorários.
São os vencedores:
.
Competição Internacional
Filme: Mustang, de Deniz Gamze Ergüven (real.) e Charles Gillibert (prod.)
Documentário: Fuocoammare, de Gianfranco Rosi
Filme de Animação: Kubo and the Two Strings, de Travis Knight
Curta-Metragem: 6400 Asa, de Mijael Milies García, Die Badewanne, de Tim Ellrich, Graffiti, de Lluís Quílez e Plumés, de Camille Pernin
Realizador: Myroslav Slaboshpytskyi, Plemya
Realizador de Curta-Metragem: Roberto Ruíz Cespedes, Broken Basket, Luciano de Azevedo, Cabrito e Jure Pavlovic, Piknik
Actor: Viggo Mortensen, Captain Fantastic e Géza Röhrig, Saul Fia
Actriz: Isabelle Huppert, Elle
Actor em Curta-Metragem: Patrick Criado, El Aspirante e Marcello Prayer, Sonderkommando
Actriz em Curta-Metragem: Anna Brodskaja-Bomke, Revolution, Ruth Díaz, Mañana no es Otro Día e Giusy Lodi, Bellissima
Actor Secundário: Alessandro Borghi, Suburra, Richard Brake, 31 e Aaron Taylor-Johnson, Nocturnal Animals
Actriz Secundária: Nicole Kidman, Lion e Sophia Starosta, O Ninho
Elenco: The Hateful Eight, Zöe Bell, Demián Bichir, Bruce Dern, Walton Goggins, Samuel L. Jackson, Jennifer Jason Leigh, Michael Madsen, James Parks, Tim Roth, Kurt Russell e Channing Tatum
Dupla: Patrick Criado e Pepe Lorente, El Aspirante
Argumento: Boi Neon, Gabriel Mascaro e I, Daniel Blake, Paul Laverty
Montagem: The Revenant, Stephen Mirrione
Fotografia: James White e Saul Fia, Mátyás Erdély
Música Original: The Hateful Eight, Ennio Morricone, Lion, Volker Bertelmann e Dustin O'Halloran e Sonderkommando, Angelo Vitaliano
Canção - Original ou Adaptada: Não Atribuído
Direcção Artística: The Hateful Eight, Yohei Taneda, Benjamin Edelberg, Richard L. Johnson e Rosemary Brandenburg
Guarda-Roupa: The Light Between the Oceans, Erin Benach
Caracterização: Macbeth, Jenny Shircore
Som e Efeitos Sonoros:  The Revenant, Jon Taylor, Frank A. Montaño, Randy Thom, Chris Duesterdiek, Martin Hernández e Lon Bender
Efeitos Visuais: Rogue One, John Knoll, Mohen Leo, Hal T. Hickel e Neil Corbould
Segmento ou Sequência: The Revenant, Luta com o urso e The Witch: A New-England Folktale, Revelação de "Black Phillip"
Personagem de Animação: "Birdboy", Psiconautas, Los Niños Olvidados
Cartaz: O Ornitólogo
Trailer: Suicide Squad
Top do Ano: Boi Neon, de Gabriel Mascaro, Captain Fantastic, de Matt Ross, El Club, de Pablo Larraín, I, Daniel Blake, de Ken Loach, James White, de Josh Mond, Juste la Fin du Monde, de Xavier Dolan, Lion, de Garth Davis, Mustang, de Deniz Gamze Ergüven, O Ninho, de Filipe Matzembacher e Márcio Reolon, Plemya, Myroslav Slaboshpytskyi, The Revenant, de Alejandro González Iñárritu e Saul Fia, de Lászlo Nemes
Top de Curtas-Metragens: 6400 Asa, de Mijael Milies García, Alles Wird Gut, de Patrick Vollrath, El Aspirante, de Juan Gautier, Die Badewanne, de Tim Ellrich, Bellissima, de Alessandro Capitani, Cabrito, de Luciano de Azevedo, Les Choix de Maelys, de Florent Magnoac, Com Todo Amor de que Disponho, de Aristeu Araújo, Como são Cruéis os Pássaros da Alvorada, de João Toledo, El Discurso de Navidad, de Cristina Bodelón e Ignacio De Vicente, Graffiti, de Lluís Quílez, La Graine, de Barney Frydman, Hola, Mamá, Hola, Papá, de Roberto Pérez Toledo, Impulso, de Ilune Díaz, Ineffaçable, de Grégory Lecocq, Mañana no es Otro Día, de David Martín de los Santos, Napoléon y Yo, de Ander Duque, Piknik, de Jure Pavlovic, Plumés, de Camille Pernin, Respite, de Adriano Cirulli, Revolution, de Markus Erhart, Sonderkommando, de Nicola Ragone, Tronc, de Gautier Dulion, La Voz del Agua, de Álvaro Elias e The Walker, de Adán Aliaga
.
Competição Nacional
Filme: Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira (real.) e Sandro Aguilar e Luís Urbano (prods.)
Documentário: Eldorado, de Rui Eduardo Abreu, Thierry Besseling e Loïc Tanson, O Meu Amigo Manuel, de Ricardo Franco e Treblinka, de Sérgio Tréfaut
Filme de Animação: Chatear-me-ia Morrer Tão Joveeeem..., de Filipe Abranches
Curta-Metragem: Campo de Víboras, de Cristèle Alves Meira
Realizador: Ivo M. Ferreira, Cartas da Guerra
Realizador de Curta-Metragem: Cristèle Alves Meira, Campo de Víboras e Gonçalo Loureiro, Marasmo
Actor: Filipe Duarte, Cinzento e Negro e Miguel Nunes, Cartas da Guerra
Actriz: Ana Padrão, Campo de Víboras
Actor em Curta-Metragem: Filipe Abreu, Pedro e Eurico Lopes, Vícios para uma Família Feliz
Actriz em Curta-Metragem: Ana Padrão, Campo de Víboras
Actor Secundário: Miguel Cunha, Zeus, Isac Graça, Cartas da Guerra e Diogo Leite, O Amor é Lindo... Porque Sim!
Actriz Secundária: Maria Rueff, O Amor é Lindo... Porque Sim!
Elenco: Offline, Sara Barros Leitão, Ana Bustorff, Iris Cayatte, Duarte Gomes, Miguel Lemos, Daniela Love, João Nunes Monteiro, João Sena e Emília Silvestre
Argumento: Estive em Lisboa e Lembrei de Você, José Barahona e O Ornitólogo, João Rui Guerra da Mata e João Pedro Rodrigues
Montagem: Cartas da Guerra, Sandro Aguilar
Fotografia: Ascensão, Cartas da Guerra, Gelo, Treblinka e Zeus, João Ribeiro
Música Original: Estive em Lisboa e Lembrei de Você, Felipe Ayres
Direcção Artística: Refrigerantes e Canções de Amor, Artur Pinheiro
Guarda-Roupa: Ascenção e Posto Avançado do Progresso, Tânia Franco
Caracterização: A Mãe é que Sabe, Mário Leal e Inês Pauor
Efeitos Sonoros e/ou Visuais: Cartas da Guerra, Ricardo Leal e Tiago Matos
Cartaz: O Ornitólogo
Trailer: Cartas da Guerra
Top do Ano: Campo de Víboras, de Cristèle Alves Meira, Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira, Chatear-me-ia Morrer Tão Joveeeem..., de Filipe Abranches, Cinzento e Negro, de Luís Filipe Rocha, Estive em Lisboa e Lembrei de Você, de José Barahona, A Estrada 47, de Vicente Ferraz, Offline, de Guilherme Trindade, O Ornitólogo, de João Pedro Rodrigues, Posto Avançado do Progresso, de Hugo Vieira da Silva, Treblinka, de Sérgio Tréfaut e Zeus, de Paulo Filipe Monteiro
Top de Curtas-Metragens: Amélia & Duarte, de Alice Guimarães e Mónica Santos, Campo de Víboras, de Cristèle Alves Meira, Luto Branco, de Frederico Ferreira, Marasmo, de Gonçalo Loureiro, Maria do Mar, de João Rosas, Menina, de Simão Cayatte, A Noite de Santo António, de João Gomes, Pedro, de André Santos e Marco Leão, Rampa, de Margarida Lucas e Swallows, de Sofia Bost
.
Prémios Honorários
Liberdade de Expressão: El Aspirante, de Juan Gautier, Fuocoammare, de Gianfranco Rosi, Hola, Mamá, Hola, Papá, de Roberto Pérez Toledo, Human, de Yann Arthus-Bertrand, I, Daniel Blake, de Ken Loach, I Said I Would Never Talk About Politics, de Aitor Oñederra, Mustang, de Deniz Gamze Ergüven e às actrizes Ilayda Akdogan, Doga Zeynep Foguslu, Elit Iscan, Günes Sensoy e Tugba Sunguroglu, O Ninho, de Márcio Reolon e Filipe Matzembacher e ao elenco Guilherme Bassan, Elison Couto, Felipe Paes, Lucas Riedi, Sophia Starosta, Nicolas Vargas e Luiz Paulo Vasconcellos, Plemya, de Miroslav Slaboshpytskyi, Por Un Beso, de David Velduque, Revolution, de Markus Erhart, Saul Fia, de László Nemes, Sonderkommando, de Nicola Ragone e Treblinka, de Sérgio Tréfaut e aos actores Meryl Streep e Nuno Lopes
Carreira: John Carpenter, Diane Ladd, Tippi Hedren, Alan Rickman (póstumo), Sigourney Weaver e Joanne Woodward
Mérito: Caminhos do Cinema Português, Festa do Cinema Italiano e MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa
Someone to Watch: Cristèle Alves Meira, Guilherme Bassan, Miguel Cunha, Isac Graça, Gonçalo Loureiro, Nicola Ragone e Nicolas Vargas
.
Prémios do Público
Filme: The Hateful Eight, de Quentin Tarantino
Actor: Paulo Azevedo, Estive em Lisboa e Lembrei de Você, Paul Hamy, O Ornitólogo e Dev Patel, Lion
Actriz: Jennifer Jason Leigh, The Hateful Eight
Actor Secundário: Toby Kebbell, A Monster Calls
Actriz Secundária: Sigourney Weaver, A Monster Calls
Realizador: Quentin Tarantino, The Hateful Eight
Carreira: Não Atribuído
Top do Ano: Boi Neon, de Gabriel Mascaro, Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira, Estive em Lisboa e Lembrei de Você, de José Barahona, The Hateful Eight, de Quentin Tarantino, Luto Branco, de Frederico Ferreira, A Monster Calls, de Juan Antonio Bayona, Mustang, de Deniz Gamze Ergüven, O Ninho, de Filipe Matzembacher e Márcio Reolon, O Ornitólogo, de João Pedro Rodrigues, Saul Fia, de László Nemes e Washakie y el Chico de las Manos Mojadas, de Eric Montragudo e Orió Peñalver
.

Sem comentários:

Publicar um comentário