sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Diary of a Lonely Man (2010)

.
Diary of a Lonely Man de Christopher Wright é uma curta-metragem pós-apocalíptica que poderia ter ido muito mais longe apesar de se tratar de um projecto universitário.
A premissa, tal como indica o seu título, de que um homem fica só num mundo onde todos misteriosamente desapareceram, não se chega a cumprir se considerarmos que tudo em seu redor não aparenta qualquer tipo de holocausto nuclear ou epidémico que desse origem ao desaparecimento de todos os habitantes do planeta. Eles simplesmente desapareceram e ao longo de toda a curta nada é explicado ou é sequer dado um indício do que se terá sucedido.
Assim, e à excepção de alguns planos da cidade onde outrora essa mesma imensa população encheu as ruas nas suas habituais rotinas bem como a tentativa de um homem que se encontra só a tentar (sobre)viver no aparente "nada", esta curta não nos entrega nada de novo e com o qual poderíamos pensar que existe algum tipo de mensagem ou de moral sobre o que será o futuro (a existir) deste homem.
.
2 / 10
.

Sem comentários:

Publicar um comentário